Com grande atuação do atacante Savarino, o entrou na zona de classificação à semifinal da Taça Guanabara, primeira fase do Campeonato Carioca, ao derrotar o Volta Redonda por 3 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Raulino de Oliveira, pela oitava rodada.

Com isso, o Botafogo chegou aos 14 pontos, dentro da zona de classificação, mas ainda pode ser ultrapassado ao final da rodada. O Volta Redonda, por sua vez, ficou estacionado no nono lugar, com oito, com chances quase nulas de rebaixamento.

Um dos principais reforços do Botafogo na temporada, o venezuelano Savarino disputou o seu quarto jogo com a camisa alvinegra e marcou o seu primeiro gol pela equipe dirigida por Nunes.

Pensando na Pré-Libertadores, Tiago Nunes entrou em campo com o time mais perto do ideal. E o resultado veio em questão de minutos. Logo aos oito, Savarino cobrou escanteio para dentro da pequena área, Bastos subiu sozinho e cabeceou para o fundo das redes. O angolano marcou seu primeiro gol com a camisa alvinegra

Atrás do placar, o Volta Redonda tentou dar uma resposta rápida, mas acabou deixando sua defesa exposta e foi castigado. Aos 21, Hugo avançou bem pela esquerda e cruzou. Savarino dominou com tranquilidade e chutou rasteiro. A bola desviou no meio do caminho e acabou surpreendendo o goleiro Paulo Henrique.

Savarino, inclusive, foi o grande nome do Botafogo no primeiro tempo. O atacante foi o homem das bolas paradas, infernizou a defesa do Volta Redonda pelos lados de campo, além de marcar um gol e contribuir com uma assistência. O atleta vem ganhando espaço com Tiago Nunes.

No segundo tempo, o Botafogo voltou pressionando e chegou a ter um pênalti marcado a seu favor, após falta em cima de Luiz Henrique. O árbitro, no entanto, foi chamado ao VAR e anulou o lance. A decisão animou o Volta Redonda, que novamente colocou o goleiro Gatito Fernández para trabalhar.

Em vantagem, o Botafogo foi controlando a partida, mas isso não impediu que perdesse Luiz Henrique, machucado. O jogador sentiu sozinho a perna esquerda e acabou deixando o campo para a entrada de Janderson. A frustração, no entanto, se transformou em festa quando Savarino foi substituído. O jogador foi ovacionado pelos torcedores alvinegros presentes no Raulino de Oliveira.

Mesmo sem o seu melhor jogador no duelo, o Botafogo não deixou de atacar e confirmou a vitória aos 41, quando Júnior Santos recuperou a bola, após falha da defesa do Volta Redonda, avançou em velocidade e deu um toque por cobertura para superar Paulo Henrique e fazer 3 a 0, um golaço.

Curiosamente, o clima esquentou bem quando o duelo estava decidido. Com os ânimos exaltados, Janderson fez falta em MV, perdeu a cabeça e foi expulso ao chutar o adversário, que estava caído no gramado. Bruno Barra, que também estava no centro da confusão, recebeu o segundo amarelo e deixou o campo mais cedo. O árbitro esperou a partida esfriar para decretar o triunfo botafoguense.

O Botafogo volta a campo para o clássico com o Vasco, marcado para domingo, às 16h, no Engenhão, no (RJ). No mesmo dia, às 18h10, o Volta Redonda recebe a Portuguesa no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

FICHA TÉCNICA

VOLTA REDONDA 0 X 3 BOTAFOGO

VOLTA REDONDA – Paulo Henrique, Wellington Silva (Raphinha), Augusto, Bruno Barra e Sanchez; Léo Silva, Danrley (Michel) e Robinho; Vinícius Moura, Ítalo (Cristiano) e MV. Técnico: Felipe Loureiro.

BOTAFOGO – Gatito Fernández; Mateo Ponte, Bastos, Alexander Barborza e Hugo; Marlon Freitas, Tchê Tchê (Danilo Barbosa) e Eduardo; Savarino (Emerson Urso), Tiquinho Soares (Júnior Santos) e Victor Sá (Luiz Henrique/Janderson). Técnico: Tiago Nunes.

GOLS – Bastos, aos oito, e Savarino, aos 21 minutos do primeiro tempo. Júnior Santos, aos 41 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Danrley, Paulo Henrique e Wellington Silva (Volta Redonda); Gatito Fernández e Tiquinho Soares (Botafogo)

CARTÕES VERMELHOS – Bruno Barra (Volta Redonda); Janderson (Botafogo)

ÁRBITRO – André Rodrigo Rocha

RENDA E PÚBLICO – Não divulgados.

LOCAL – Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).