O Red Bull Bragantino foi o primeiro time brasileiro a entrar em campo na atual edição da Libertadores. O time paulista não teve vida fácil, encontrou dificuldades para criar as jogadas e acabou ficando no empate por 0 a 0, nesta terça-feira, no estádio Atanasio Girardot, em Medellín, na Colômbia, pela partida de ida da fase prévia.

O duelo de volta acontecerá na terça-feira, às 21h30, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Quem vencer se classifica para enfrentar o vencedor do duelo entre Aurora-BOL e Botafogo. Um novo empate e o duelo será definido nos pênaltis.

O Bragantino foi tímido no primeiro tempo e mostrou certo nervosismo no começo da partida, abusando dos erros de passe e criando poucas oportunidades de gol. Aos poucos, o time paulista foi se encontrando dentro da partida, mas sem ameaçar muito. Aos 20 minutos, Helinho avançou pela direita, cortou a marcação e chutou cruzado. A bola foi para fora.

A melhor chance, no entanto, foi com Vitinho. Aos 31, Helinho recebeu de Lucas Evangelista e cruzou. Vitinho apareceu livre de marcação e desviou de cabeça, rente à trave. O Águilas, por sua vez, não ameaçou o Bragantino e se mostrou satisfeito com o resultado a todo o momento.

No segundo tempo, o Red Bull Bragantino esboçou uma pressão inicial, mas só conseguiu assustar na bola área, principalmente com o zagueiro Léo Ortiz. O Águilas foi criar a sua primeira grande oportunidade apenas aos 16 minutos, em cobrança de falta de Salazar. Cleiton espalmou para evitar o gol.

Notando o crescimento do Águilas, Pedro Caixinha fez alterações e tentou povoar o meio de campo. A tática deu resultado, pois o Bragantino conseguiu ficar mais com a bola e perdeu uma boa chance aos 34. Após cobrança de escanteio de Lincoln, a bola desviou na primeira trave e sobrou para Laquintana. O gol estava vazio, mas o atacante jogou para fora.

O Águilas promoveu a entrada de um atacante no lugar de um volante e deixou a equipe mais ofensiva. No entanto, não conseguiu usufruir muito de sua nova condição dentro de campo. O Bragantino se defendeu bem e levou um 0 a 0 para o Brasil.