Depois de dois jogos com restrição de público, o Internacional finalmente pode reencontrar a sua torcida no Beira-Rio, neste sábado, e diante de mais de 25 mil torcedores venceu por 2 a 0 o Caxias, na abertura da quinta rodada do Campeonato Gaúcho.

Após um primeiro tempo apático, o Colorado voltou ‘ligado' no segundo tempo e contou com a participação marcante do atacante Lucca, que marcou dois gols, um deles de bicicleta. Com 10 pontos, o Inter assumiu a liderança provisória, deixando o Caxias, com cinco, há quatro jogos sem vencer.

O técnico Eduardo Coudet tem tido dificuldades para escalar o ataque, que demonstra muita ineficiência nas conclusões. E ao mesmo tempo em que a diretoria faz investimentos altos no elenco, buscando jogadores no exterior, quem decidiu desta vez foi um jovem formado na base, de 20 anos, nascido em Fortaleza, no Ceará.

O primeiro tempo foi muito fraco, com o Internacional não tendo a mínima criatividade para tentar a vitória. Com a temperatura mais amena, com o sol menos intenso, o Inter começou o segundo tempo bem diferente e logo criou duas chances de gol.

No primeiro minuto, Enner Valencia entrou na área sozinho, mas bateu em cima do goleiro Fabian Volpi. O goleiro fez grande defesa num chute de Wanderson ao dar um tapa na bola, que ainda tocou na trave, aos seis.

O gol estava e saiu no minuto seguinte. Após cruzamento de Wanderson, pela esquerda, Lucca dominou de costas e deu uma bicicleta, acertando o ângulo direito de Fabian Volpi. Um golaço Ele já tinha marcado desta forma ano passado, num Gre-Nal do sub-20 que terminou empatado no tempo normal em 1 a 1.

Lucca, com a camisa 45, tinha entrado no intervalo no lugar do meia Hyron. Na comemoração ele deitou no gramado e, em seguida, foi envolvido por abraços de todos os jogadores.

O carinho dos companheiros, talvez, o tenha animado, tanto que marcou o segundo gol, aos 15 minutos.

Ele ficou com a sobra de bola após uma dividida de Valencia. Passou por Alisson e na saída do goleiro deu um Lee toque lateral, mostrando muita frieza na conclusão. Sem correr riscos e controlando as ações em campo, o Inter garantiu a vitória sem muito esforço.

No fim do jogo, muitos aplausos ao time, principalmente ao novo artilheiro. O Internacional tinha disputado dois jogos como mandante, porém, com restrições devido confusões entre jogadores e torcedores no ano passado, num jogo semifinal, por coincidência, contra o próprio Caxias.

Diante do Avenida (1 a 0) teve os portões fechados e contra o Ypiranga (3 a 0) contou com uma torcida essencialmente feminina, reforçado com e deficientes. Dos poucos mais de 12 mil daquele jogo, o time levou desta vez 25.458 torcedores, no melhor público do ano.

Pela sexta rodada, o Internacional vai enfrentar o Santa Cruz, quarta-feira, às 21h30, em Santa Cruz do Sul. O Caxias fará outro jogo como visitante indo até Bagé para enfrentar o Guarany, quinta-feira, às 19h.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2 X 0 CAXIAS

INTERNACIONAL – Anthoni; Bustos, Vitão (Mercado), Robert Renan e Renê; Aránguiz, Bruno Henrique (Gustavo Prado), Hyoran (Lucca) e Alan Patrick; Wanderson (Alario) e Enner Valencia. Técnico: Eduardo Coudet.

CAXIAS – Fabian Volpi; Marcelo Ferreira (Matheus Rocha), Alisson, Denilson e Cézar; Barba (Joel), Emerson Martins (Geilson), Elyeser, Galvan (Tomas Bastos) e Vitor Feijão (Zé Andrade); Gabriel Silva. Técnico: Gerson Gusmão.

GOLS – Lucca, aos sete e aos 15 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Jean Pierre Gonçalves Lima.

RENDA – Não disponível.

PÚBLICO – 25.458 torcedores.

LOCAL – Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).