A edição 2024 do Campeonato Sul-Mato-Grossense Sub-13 terá novidade para os clubes, segundo a (Federação de de Mato Grosso do Sul). Os times vão poder mesclar meninos e meninas para a disputa da competição.

A FFMS liberou a inclusão de jogadoras nos times, que até então eram exclusivamente masculinos. A decisão segue regulamentação da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). A medida institui o futebol misto no âmbito amador e de base.

Agora, as atletas poderão fazer parte de equipes masculinas e que equipes exclusivamente femininas poderão participar de competições masculinas, a critério de cada entidade organizadora. 

A decisão da CBF tem como exemplo a atleta do Avaí-SC, Nati Pereira, que, aos 9 anos, foi a primeira menina a jogar em uma categoria de base masculina no Brasil. Isso foi possível graças a uma exceção aberta pelo clube catarinense em 2019, e que, em 2023, passou a ser regra em todo o país quando a entidade regulamentou o futebol misto. Desde 2022, Nati joga nas categorias de base do Corinthians.

Formação de atletas

Segundo Marco Tavares, da Federação e coordenador de competições, a decisão tomada pela entidade faz parte do objetivo de desenvolver a prática de futebol entre as mulheres e, assim, ajudar na formação de novas atletas.

“Estamos com vários projetos para o futebol feminino, um deles é esse com o Estadual Sub-13 recebendo meninas, até em função da dificuldade em organizar um torneio só para elas nesta faixa etária. Será uma oportunidade ímpar para essas atletas que estão iniciando no futebol”, explica o dirigente.

A competição deve reunir clubes de todo o Estado e, até agora, 13 confirmaram a pré-inscrição. A primeira fase começa em abril e os jogos finais acontecem no fim de junho.