Habituado a grandes atuações quando entra em campo pela Liga dos Campeões, Vinícius Júnior ficou perto de ser o herói do diante do nesta terça-feira, pois abriu o placar do jogo válido pela rodada de ida das semifinais, mas viu o adversário buscar o empate por 1 a 1. De Bruyne fez o gol inglês e aplacou a animação da torcida presente no Santiago Bernabéu, que ainda viu o goleiro brasileiro Éderson fazer grandes defesas para impedir a vitória do time da casa.

Foi o sétimo gol de Vinícius Júnior em 11 partidas da atual edição do principal torneio europeu de clubes. Com isso, ele igualou Mbappé e está um gol atrás de Salah – ambos já eliminados. O artilheiro da competição é Erling Haaland, do City, que tem 12 gols, mas teve atuação apagada e passou em branco nesta terça.

Real e City voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, dia 17, no Etihad Stadium, para decidir a vaga na final. Um novo empate leva a decisão à prorrogação. O outro finalista sairá do dérbi entre Milan e Inter de Milão, que começa a ser disputada nesta quarta, a partir das 16 horas (de Brasília)

A torcida madrilenha passou por momentos de apreensão durante a maior parte do primeiro tempo e teve de se contentar em vibrar pelas grandes defesas de Courtois, já que o ataque não estava produzindo muito. O belga fez ótimas intervenções para impedir gols de De Bruyne e Rodri. Nos embates com Haaland, não teve tanto trabalho e encaixou duas bolas com facilidade, pois o fenômeno norueguês teve dificuldades em finalizar com a qualidade habitual.

Após contar com Courtois para deixar o placar zerado, o Real Madrid conseguiu se organizar melhor defensivamente e deu menos espaços ao adversário. A criação ofensiva merengue amadureceu pouco, mas o suficiente para abrir o placar no primeiro arremate contra o gol defendido por Ederson. O responsável pela finalização foi Vinícius Jr., que recebeu a bola após jogada de velocidade de Camavinga e bateu da meia-lua para marcar um belo gol, seu sétimo na Liga dos Campeões, aos 35 minutos.

Sem conseguir reagir ainda no primeiro tempo, o City teve um início de segunda etapa semelhante ao da primeira, com posse de bola e volume ofensivo, embora tenha dado mais espaço do que antes aos merengues. De qualquer forma, buscou o empate aos 21 minutos, quando De Bruyne chutou com força, de fora da área, para finalmente superar Courtois. O Real teve chances de voltar a ficar em vantagem no placar, mas parou em ótimas defesas de Éderson, após tentativas de Benzema e Tchouaméni.