Última convocada para os amistosos da seleção brasileira, Aline Milene não vai poder realizar o sonho de jogar no Morumbi com a camisa da seleção brasileira. A meio-campista do São Paulo é a segunda jogadora chamada por Arthur Elias diagnosticada com .

Assim, a (Confederação Brasileira de Futebol) submeteu o time aos testes após Antonia receber diagnóstico positivo.

Aline Milene chegou há 6 dias para os amistosos com o e a Nicarágua por causa de lesão de Ana Vitória, do Paris Saint-Germain. A atleta torceu o tornozelo direito e, assim, não tinha tempo para recuperação antes desta última Data Fifa para o futebol feminino.

“A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informa que, após a zagueira Antonia ter testado positivo para Covid-19 na quinta-feira, todas as jogadoras da seleção brasileira principal foram submetidas a testes nesta sexta-feira. A medida visa garantir a segurança e a saúde de todo o grupo”, informou a CBF, ao revelar o teste positivo de Aline Milene.

Atleta da seleção apresenta sintomas leves

“Após a testagem, somente a meio-campista Aline Milene, do São Paulo, testou positivo para a covid-19. A atleta está em bom estado de saúde, apresentando sintomas leves, e já se encontra em isolamento, seguindo os protocolos de segurança das autoridades de saúde e sob orientação da equipe médica da seleção”.

Então, depois de ganhar no sufoco do Japão, por 4 a 3, na Neo Química Arena, a seleção se prepara para novo teste com as asiáticas. O jogo será às 10h (de MS) de domingo (3), no Morumbi.

De acordo com a CBF, para evitar possíveis novas contaminações, as jogadoras estão em quartos individuais em hotel de concentração em São Paulo, “seguindo os protocolos sanitários preconizados”.

Saiba Mais