O novamente terá de mostrar seu poder de reação para avançar na Sul-Americana. Jogando na altitude de Quito, nesta quinta-feira, o time tricolor fez um péssimo primeiro tempo, reagiu na etapa complementar, mas não o suficiente para evitar uma derrota, por 2 a 1, diante da LDU no jogo de ida das quartas de final.

Jhojan Julio foi o grande nome da LDU no jogo. O meia, que já atuou no Santos, desconcertou a defesa do São Paulo e ajudou a construir a vantagem, mas Lucas Moura apareceu no fim para evitar um pesadelo. Com o placar, o time de Dorival Júnior está obrigado a vencer por dois ou mais gols de diferença para se classificar. Um triunfo por um gol de vantagem no Morumbi levará o duelo para os pênaltis. Os equatorianos jogam pelo empate.

“Foi um jogo difícil, mas tenho certeza que em casa, com o apoio do nosso torcedor, podemos reverter o resultado. Levamos dois gols em detalhes, mas o nosso gol no segundo tempo deixa a gente vivo na competição”, afirmou Luciano após o jogo.

O São Paulo começou a partida em Quito muito recuado. Esperando atrás da linha da bola, deixou a LDU confortável. A facilidade foi tanta que Jhojan Julio fez fila na defesa são-paulina, ficou frente a frente com Rafael e abriu o placar com somente dois minutos de jogo.

Com o placar adverso, o São Paulo se viu obrigado a tomar a posse de bola e controlar o ímpeto equatoriano. Os comandados de Dorival, porém, não demonstraram pressa e sequer levaram perigo à meta dos donos da casa. A LDU ainda se manteve mais perigosa.

Aos 24, uma jogada parecida com a do primeiro gol deixou a LDU mais confortável na partida. Julio, ex-Santos, arrancou pelo meio e encontrou Ibarra, que estufou a rede de Rafael. A tensão tomou conta do time são-paulino, que parecia abatido e sofria rotineiramente com investidas de velocidade dos donos da casa. O zagueiro Beraldo tentou brecar uma delas e acabou lesionado.

Na volta do intervalo, Dorival trouxe um time mais preocupado com o ataque para diminuir o prejuízo. A LDU continuou na mesma sintonia, em busca de uma falha defensiva para guardar mais um. Julio aterrorizou a zaga tricolor. Em nada o São Paulo desta noite lembrou a equipe que venceu o Corinthians e o San Lorenzo nas últimas semanas.

O São Paulo, de uma maneira geral, conseguiu equilibrar o jogo e tentou se utilizar da mesma estratégia da LDU de acelerar os lances na intermediária ofensiva. A Lucas Moura e Calleri se esforçou para tal, mas a jogada teimava em não sair. Até que Luciano apareceu como fiel da balança e deu belo passe para Lucas Moura penetrar a grande área e descontar para a equipe tricolor.

Com o desconto no marcador, a LDU tentou buscar o terceiro gol. Rafael precisou agir para evitar o terceiro gol equatoriano. Diante do que foi o primeiro tempo, o São Paulo conseguiu reduzir os danos e mostrou que em casa tem condições de reverter o resultado.

O São Paulo retorna aos gramados no domingo, às 16h, em ao América-MG pelo Campeonato Brasileiro. O duelo de volta com a LDU está agendado para a próxima quinta-feira, às 19h, no Morumbi.

FICHA TÉCNICA

LDU 2 x 1 SÃO PAULO

LDU – Domínguez; Quintero, Ricardo Adé, Facundo Rodríguez e Quiñónez; Piovi (Zambrano), Mauricio Martínez (Alvarado) e Sebastián González (Valverde); Jhojan Julio, Ibarra (Alzugaray) e Paolo Guerrero (José Angulo). Técnico: Luis Zubeldía.

SÃO PAULO – Rafael; Rafinha, Arboleda, Beraldo (Alan Franco) e Welington; Gabriel Neves (Luan), Alisson (James Rodríguez), Rodrigo Nestor (Michel Araújo) e Wellington Rato (Luciano). Técnico: Dorival Júnior.

GOLS – Jhojan Julio, aos 2, Ibarra, aos 24 minutos do primeiro tempo; Lucas Moura, aos 34 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Sebastián González, Rafinha, Beraldo, Luan.

ÁRBITRO – Jhon Ospira (COL).

PÚBLICO E RENDA – Não divulgados.

LOCAL – Estádio Casa Blanca, em Quito.