Realizado nesta quinta-feira (12), o Campeonato Estadual Society dos Surdos 2023, na Praça Esportiva Elias Gadia, em Campo Grande, veio para mostrar que a integração entre pessoas com deficiência e o é facilmente alcançada quando se promove a visibilidade desta população.

O evento, que reuniu participantes de associações da Capital, de Dourados e de , contou com três jogos, que classificam dois times para o campeonato nacional de de surdos. As informações são da Federação Desportiva dos Surdos de Mato Grosso do Sul.

“A importância desse campeonato é para a sociedade ter a visibilidade desse inclusão das pessoas surdas. Esse protagonismo é a maneira correta do surdo aparecer”, disse o presidente da federação, Adriano de Oliveira Gianotto.

Ele explicou que as regras são iguais do tradicional, mas com adaptações, por exemplo o árbitro não usa apito e sim bandeiras para sinalizar.

Campeonato de Futebol Society de Surdos | (Alicce Rodrigues, Midiamax)

Inclusão no esporte

Com auxílio da Intérprete de Libras Danielle Terezinha Mocelim, a reportagem foi até a praça acompanhar a disputa pela taça de primeiro e segundo lugar e das medalhas para os terceiros colocados.

Rivair Souza da Sliva, da Associação de Surdos e Tradutores e Intérpretes Mãos Douradas, relata que é a primeira vez que participa de um campeonato pela federação. “É um prazer. A associação de surdos e intérpretes Mãos Douradas ter sido escolhida foi muito significativo para todos nós”.

De Naviraí, Glaysson Rhener Rocha, da Anpede (Associação Naviraiense de Pessoas com Deficiência), descreve a importância da união das associações em MS e da federação para levar a inclusão dos surdos ao esporte.

“É importante ter essa união das associações e da federação dos surdos. Sempre víamos ouvintes participando, mas agora a gente fundou essa associação e a federação como forma de representar o surdo nos esportes”, diz.

Integrante do time campeão, Ramon Perucci Roberto, da APSMS (Associação dos Surdos de Mato Grosso do Sul), disse que o campeonato ajuda a incentivar os surdos a se envolverem mais nos esportes.

“Foi ótimo participar pela associação e ver outras também envolvidas. Participar desse campeonato é importante para mostrar para todo o Brasil que o surdo é capaz também. O campeonato foi um sucesso e nosso time saiu como vencedor, estamos ansiosos pelo campeonato de 2024”, afirma.

Com a APSMS campeã, o segundo lugar ficou com a Assimd e o terceiro, com a Anpede.

(Alicce Rodrigues, Midiamax)

Saiba Mais