O conseguiu desencantar nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026, ao derrotar a por 1 a 0, nesta terça-feira, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, pela quarta rodada. De quebra, deixou o rival na última colocação. Os anfitriões tiveram dois gols anulados.

O resultado levou o Paraguai, que marcou o seu primeiro gol na competição, aos quatro pontos, entrando na briga por uma vaga direta para a Copa do Mundo. A Bolívia, por outro lado, é a única seleção que ainda não pontuou e já fica longe de realizar o sonho de disputar o próximo Mundial.

O primeiro tempo foi do Paraguai. Os donos da casa foram superiores, mas sofreram no último passe, assim como aconteceu nas rodadas anteriores. Já a Bolívia apostou todas as fichas no atacante Marcelo Moreno, um velho conhecido do futebol brasileiro, com passagem por Cruzeiro, Grêmio e Flamengo. Aos 15 minutos, ele teve uma grande oportunidade de marcar, mas a cabeçada ficou na defesa do goleiro Coronel.

Após o susto, o Paraguai subiu a marcação e começou a desperdiçar boas chances de gol. Aos 25, Sosa aproveitou o rebote para exigir uma grande defesa de Viscarra. Logo depois, aos 32, o time mandante chegou a ter um gol anulado de Almirón. O impedimento foi assinalado pela arbitragem.

O Paraguai ainda pressionou nos minutos finais, mas acabou sendo parado pelo goleiro Viscarra, um dos destaques do primeiro tempo O lado negativo foi a lesão de Sosa. Ele recebeu um carrinho e acabou virando o pé. Certamente passará por exames para saber a gravidade da contusão.

No segundo tempo, as mudanças de Daniel Garnero foram fundamentais para mudar o destino do Paraguai. Aos 19 minutos, Gabriel Avalos, que havia acabado de entrar, recebeu em velocidade, tirou do marcador e mandou para o gol. O árbitro marcou toque de mão do atleta e anulou o lance.

O gol anulado não incomodou o Paraguai, que continuou em cima. Daniel Garnero colocou Sanabria na partida, e o camisa 9 fez a diferença. Aos 23, ele recebeu de Espinoza e deu um leve desvio para inaugurar o marcador.

Na frente do placar, o Paraguai recuou e diminuiu ainda mais os espaços da Bolívia, que até então só se defendia. O técnico Gustavo Costas tentou melhorar o poderio ofensivo da seleção boliviana, que insistiu no chuveirinho buscando Marcelo Moreno. Bem marcado, o atacante não pôde evitar mais uma derrota de sua equipe nas Eliminatórias.

Na próxima rodada, o Paraguai enfrenta o no dia 16 de novembro, às 21h30, no estádio Monumental de Santiago, em Santiago (CHI). No mesmo dia, às 17h, a Bolívia recebe o Peru, no Hernando Siles, em La Paz (BOL).