O Palmeiras visitou o Grêmio em Porto Alegre e foi derrotado por 1 a 0, nesta quinta-feira, pela 24ª rodada do Brasileirão. Desatento nos primeiros minutos, o time de Abel Ferreira viu o adversário abrir o placar logo no início e teve dificuldade de passar pela defesa adversária. Mesmo tendo a bola, foram poucas as vezes que o time paulista realmente assustou a defesa gaúcha na Arena do Grêmio.

Com o resultado, o Palmeiras perdeu a chance de cortar ainda mais a distância para o líder Botafogo, que joga nesta sexta-feira contra o Corinthians. A derrota deixou o clube paulista com 44 pontos, ainda na segunda posição. Já o Grêmio chegou aos 43, voltou para o terceiro lugar, e embolou a caça ao primeiro colocado.

“Um pouco triste, mas não fomos tão bem. Perdemos algumas chances e é um pouco triste. Agora é descansar e se preparar para a próxima partida na próxima semana. Voltar e trabalhar para a próxima partida”, comentou Gustavo Gómez na saída do gramado.

Jogando em casa, o Grêmio foi dominante nos primeiros minutos. Marcando no campo de ataque, os gaúchos dificultavam a saída de bola paulista e faziam a torcida jogar junto. A pressão surtiu efeito e o placar foi aberto. Aos nove, o time fez a jogada pela direita, Suárez achou João Pedro na grande área e o lateral finalizou cruzado rasteiro para vencer Weverton.

Após o gol do adversário, o Palmeiras tentou controlar o ritmo do jogo. Apostando na troca de passes, a equipe paulista conseguiu achar alguns espaços na defesa do Grêmio e levou perigo com bolas cruzadas na área. A melhor chance foi com Raphael Veiga, aos 25 minutos, quando o meia apareceu livre na segunda trave, finalizou e Gabriel Grando fez grande defesa para manter o 1 a 0. Na parte final da primeira etapa, o time gremista tentou e teve sucesso ao tentar travar as ações ofensivas da equipe de São Paulo e não sofreu tanto em sua defesa.

A volta do intervalo apresentou um outro jogo. Deixando a bola com o Palmeiras e apostando nos contra-ataques, o time gaúcho não teve vergonha de se fechar e esperar. Mesmo tendo a bola, a equipe de Abel voltou a ser pouco efetiva nos ataques e pouco incomodou a defesa.

Na reta final, na base do abafa e das bolas cruzadas na área, o Palmeiras assustou. Já nos acréscimos, com Weverton na área do Grêmio, o time paulista parou na trave de Gabriel Grando e a zaga gremista afastou o perigo no chutão para manter a vitória pelo placar mínimo.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 x 0 PALMEIRAS

GRÊMIO – Gabriel Grando; João Pedro, Rodrigo Ely (Bruno Uvini), Bruno Alves e Reinaldo; Villasanti, Pepê, Nathan (Ferreira) e Cristaldo (Galdino); JP Galvão (André) e Luis Suárez (Ronald). Técnico: Renato Gaúcho.

PALMEIRAS – Weverton; Marcos Rocha (Luiz Guilherme), Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Zé Rafael (Breno Lopes), Gabriel Menino (Richard Ríos) e Raphael Veiga; Mayke, Endrick (Rony) e Artur (Kevin). Técnico: Abel Ferreira.

GOL – João Pedro, aos nove minutos do 1º tempo,

CARTÕES AMARELOS – Rodrigo Ely, Marcos Rocha, JP Galvão, Villasanti, Mayke

CARTÃO VERMELHO – Villasanti.

ÁRBITRO – Bruno Arleu de Araújo (Fifa-RJ)

PÚBLICO – Não divulgado.

RENDA – Não divulgada.

LOCAL – Arena do Grêmio, em Porto Alegre.