Marque na agenda, 21 de janeiro. Foi a data que a FFMS (Federação de de Mato Grosso do Sul) e os representantes dos clubes participantes decidiram, em reunião arbitral em , para início do Campeonato Estadual de 2024.

A reunião também definiu outros detalhes na competição. O formato do sul-mato-grossense é o mesmo que foi disputado neste ano, porém alguns critérios para desempate foram alterados. Os dez clubes são divididos na primeira fase em dois grupos e jogam dentro da chave em ida e volta, todos contra todos.

Quatro de cada grupo avançam para as quartas de final e o lanterna é rebaixado para Série B. As fases de quartas de final, semifinal e a decisão são disputadas em confrontos eliminatórios em ida e volta. 

Na divisão dos grupos, o A é formado por Operário, Portuguesa, Náutico, Coxim e o campeão Costa Rica. No B estão , Corumbaense, Novo, Ivinhema e DAC. A competição começa no dia 21 de janeiro e tem os jogos finais marcados para os dias 14 e 21 de abril, conforme tabela divulgada.

Confira:

estadual
(Arte Jornal Midiamax)

Mata-mata e pênaltis

No próximo Estadual, permanece a vantagem do mando de campo na partida de volta, mas, em caso de igualdade, o classificado será apontado em disputa de pênaltis nas fases de quartas de final, semifinal e na final.

Em 2023, como o formato neste ano não pôde ser alterado, os clubes optaram por uma alteração no desempate nas fases eliminatórias. Ou seja, os times com melhores campanhas tinham a vantagem de decidir o confronto em casa e de se classificar no caso de igualdade em pontos e nos critérios de desempate.

“Essa é a única alteração decidida pelos clubes em relação ao campeonato deste ano. No mais, o regulamento é o mesmo”, explica Marco Tavares, vice-presidente da Federação e coordenador de competição. 

Tabela

No Grupo A, os dois jogos acontecem às 15h. No Estádio André Borges, o Coxim recebe a Portuguesa; em Campo Grande, no Estádio Jacques da Luz, jogam Náutico e Costa Rica. O Operário não joga e estreia na segunda rodada, dia 24, contra o Coxim.

No Grupo B, às 15h, o Ivinhema recebe o Novo no Estádio Saraivão. No Estádio Douradão, às 15h30, o Dourados joga contra o Corumbaense. O Aquidauanense não joga na primeira rodada, estreando na segunda, em casa, dia 24, contra o DAC.

A primeira fase termina no dia 10 de março. As quartas de final acontecem dias 17 e 24 de março, a semifinal tem rodadas dias 31 de março e 7 de abril, e a final dias 14 e 21 de abril.

Clubes inéditos

Em 2024, Portuguesa e Náutico disputam pela primeiro a . A Lusa foi o primeiro a subir, ainda antes de jogar a final da Série B. Já o Corumbaense sobe porque ficou em segundo.

O Náutico entrou no lugar da Serc, que desistiu da competição alegando problemas financeiros. A Federação decidiu que o time com melhor desempenho na semifinal também garantia o acesso e o Alviverde superou o Águia Negra nessa disputa.

estadual
(Arte Jornal Midiamax)

Estádios liberados

Os dirigentes dos clubes já entregaram os documentos exigidos pela nova Lei Geral do Esporte para garantir o mando em seus estádios durante a competição. Os clubes do interior mantém seus mandos em suas cidades.

Já a Capital tem três clubes na Série A, com os acessos de Portuguesa e Náutico, que se juntam ao Operário. Com o Estádio Morenão em reformas e sem perspectiva de que seja liberado neste ano, a opção que resta é o Estádio Jacques da Luz, na região das Moreninhas. 

O Novo, que tem origem na Capital, manda seus jogos em , no Estádio Sotero Zárate, desde o último campeonato. A Portuguesa, na disputa da Série B, fez o mesmo caminho, mas, por enquanto, mantém a opção de jogar a Série A na Capital.

Saiba Mais