O time que encantou o mundo no Catar encara neste sábado (25), às 18h (de MS), a Seleção pentacampeã que decepcionou mais uma vez em um Mundial. Sensação da última Copa, o Marrocos se apresenta diante de sua torcida pela primeira vez desde a campanha histórica no Oriente Médio. Este promete ser um importante teste para o Brasil, que dá início à sua reformulação.

O time que encantou o mundo no Catar encara neste sábado, às 18h (de MS), a Seleção pentacampeã que decepcionou mais uma vez em um Mundial. Sensação da última Copa, o Marrocos se apresenta diante de sua torcida pela primeira vez desde a campanha histórica no Oriente Médio e promete ser um importante teste para o Brasil, que dá início à sua reformulação.

Equipe disciplinada, organizada taticamente e que derrubou o clichê de que africanos defendem mal, o Marrocos terminou a disputa na quarta colocação. Dessa forma, o time deixou Espanha e pelo caminho até perder na semifinal para a e a disputa pelo terceiro lugar para a Croácia, algoz do Brasil.

Marrocos joga com a Seleção Brasileira pela primeira vez após a jornada de brilho no Catar. Assim, fazer um bom papel diante de um renovado selecionado brasileiro é a meta dos marroquinos. Eles são os primeiros representantes do continente africano a chegar a uma semifinal de nos 92 anos de competição.

Agora no 11.º lugar do ranking da Fifa, escalando 11 posições graças ao desempenho no Mundial catariano, a seleção comandada por Walid Regragui se apresenta em Tânger com suas principais estrelas. Vão a campo o goleiro Yassine Bounou, o volante Sofyan Amrabat, o meia Boufal, o atacante Ziyech e o lateral-direito Hakimi, que está sendo investigado por estupro na França.

Astro do Marrocos é acusado de estupro na França

O astro marroquino, companheiro de Neymar, Messi e Mbappé no Paris Saint-Germain, responde a acusação de estupro por uma jovem em fevereiro. O fato teria ocorrido dentro de sua casa em Boulogne-Billancourt, subúrbio da capital francesa. Com isso, o jogador está proibido de entrar em contato com a mulher, mas pode deixar a França. Portanto, está liberado para enfrentar o Brasil e, depois, o Peru, dia 28, em Madri.

Então, o treinador do Marrocos defendeu Hakimi e explicou por que se sentiu à vontade para convocá-lo. “Estamos com ele. Existe a presunção de . Até prova em contrário, nós e todos os marroquinos apoiamos Ashraf. Nós o apoiamos”, afirmou Regragui.

“Ele está tranquilo, isso é o mais importante. Estamos de todo o coração com ele. Acho que vai fazer bem a ele voltar ao Marrocos, sentir o apoio de todos. É uma pessoa forte dentro e fora do campo”, acrescentou o técnico, aliás, ainda exaltado como um dos grandes responsáveis pelo quarto lugar conquistado no Mundial.

Nesta semana, Regragui ganhou um quadro de seu rosto pintado por um detento de um presídio que a delegação marroquina visitou na cidade de Sale, como parte de um programa de reabilitação de presos e promoção do esporte no sistema carcerário. Dessa forma, os presos também grafitaram muros do local com imagens dos rostos dos atletas em homenagem à campanha histórica no Catar.

Jogo entre Marrocos e Brasil ocorre à noite devido ao Ramadã

O jogo está marcado para as 22h no horário local em virtude do Ramadã, o maior ato de obediência religiosa do mundo. O evento celebrado pelos muçulmanos é considerado sagrado e os fiéis devem praticar o jejum, um dos cinco pilares do islamismo. Assim, eles se abstêm de comer, beber –mesmo água–, fumar, falar palavras obscenas ou manter relações sexuais do amanhecer ao anoitecer.

O jejum começa antes do amanhecer, geralmente às 4 horas, depois que as pessoas comem uma refeição reforçada, o suhoor, capaz de oferecer energia para o corpo ao longo de todo o dia longe de alimentos, e termina apenas ao anoitecer, normalmente às 19h30, após a oração da tarde, quando o muçulmano se reúne com amigos, parentes e vizinhos para a refeição de quebra de jejum, chamada de iftar. Por isso que a partida será disputada no fim da noite

Desse modo, o jejum é obrigatório para todos os muçulmanos a partir da adolescência, exceto para pessoas idosas, doentes, grávidas ou para os que estejam viajando nesse período. Os que têm condições devem cumpri-lo em outros dias antes que o ano termine.

Saiba Mais