O , de Renato Gaúcho, impôs a primeira derrota de Tite no comando do Flamengo, nesta quarta-feira, em Porto Alegre, com uma vitória, de virada, por 3 a 2, em duelo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time gaúcho chegou aos 47 pontos e assumiu a sexta colocação no Brasileiro, enquanto a equipe rubro-negra permanece com 50 pontos, mas caiu para a quarta colocação, superado no saldo de gols pelo Palmeiras.

Os gaúchos permanecem com 44, na oitava colocação, e se complicam na luta por uma vaga direta à Copa do ano que vem.

O jogo começou em alta velocidade. Os dois times procuraram atacar desde o início e quase tiveram êxito. Com um minuto, Gerson perdeu grande chance para o Flamengo dentro da área. O Grêmio respondeu aos três com uma finalização de longe de Villasanti.

O Flamengo tentou se impor e dominar a partida, mas o Grêmio aos poucos assumiu o controle, mas não conseguiu entrar na área rubro-negra.

Depois de suportar o rival em seu campo por dez minutos, o Flamengo voltou a ter melhor postura na partida e acumulou duas boas oportunidades com Arrascaeta (de falta) e Gerson, que mais uma vez finalizou mal de dentro da área.

A parte do primeiro tempo estava morna com os dois times sem criatividade e na espera do intervalo. Mas em uma escapa sensacional, Everton Cebolinha, em alta velocidade, passou por três defensores para abrir o placar, aos 42 anos. Ex-jogador gremista, o atacante não festejou o golaço.

O segundo tempo mostrou que o time do Flamengo já apresenta características impostas pelo estilo do técnico Tite. Com vantagem no placar, o time veio bem armado em seu setor defensivo e armado para puxar contra-ataques.

O Grêmio até ficou bom a posse de bola, mas não encontrou brechas para superar o bloqueio do Flamengo, que por pouco não aumentou a vantagem aos 12 minutos, quando o zagueiro Pablo cabeceou firme para boa defesa de Gabriel Grando.

Renato Gaúcho e Tite fizeram alterações para tornar seis times mais agressivos na parte final da partida. Aos 30 minutos, Bruno Henrique, que havia entrado pouco antes juntamente com Gabriel, errou um passe no meio de campo e propiciou contragolpe do Grêmio. Ferreita tabelou com Villasanti, entrou na área e empatou o jogo para os gaúchos.

E a estrela de Renato não parou de brilhar. O Grêmio seguiu na pressão e o gol da virada veio aos 35, com Nathan Fernandes, mais um que entrou no segundo tempo. O gol saiu graças ao esforço de Cristaldo, que brigou pela bola contra a zaga do Flamengo.

Aos 40, veio o terceiro com mais um jogador que veio do banco de reservas. Foi a vez de André, que bateu rápido e forte, após receber nova assistência de Villasanti.

Mas o Flamengo não estava morto. Aos 43, Everton Ribeiro bateu falta pela esquerda e Luiz Araújo, de cabeça, diminuiu a vantagem do Grêmio: 3 a 2. A arbitragem deu sete minutos de acréscimos e a disputa ficou intensa. Mas não houve nova mudança no placar.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 3 X 2 FLAMENGO

GRÊMIO – Gabriel Grando; Bruno Alves, Pedro Geromel e Kannemann (Cristaldo); João Pedro, Villasanti, Pepê e Reinaldo; Lucas Besozzi (Ferreira), João Pedro Galvão (André) e Everton Galdino (Nathan Fernandes). Técnico: Renato Gaúcho.

FLAMENGO – Rossi; Wesley, Pablo (Matheuzinho), Léo Pereira e Ayrton Lucas; Erick Pulgar (Everton Ribeiro), Thiago Maia, Arrascaeta (Luiz Araújo) e Gerson; Everton Cebolinha (Bruno Henrique) e Pedro (Gabriel). Técnico: Tite.

GOLS – Everton Cebolinha aos 41 minutos do primeiro tempo. Ferreira aos 30, Nathan Fernandes aos 35, André aos 40 e Luiz Araújo aos 43 do segundo.

CARTÕES AMARELOS – Kannemann, Erick Pulgar, Ferreira, Léo Pereira, Geromel, Everton Ribeiro.

ÁRBITRO – Rodrigo José Pereira de Lima (PE).

RENDA – R$ 1.203.794,00.

PÚBLICO – 22.325 torcedores.

LOCAL – Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Saiba Mais