O é campeão da Libertadores da América. O Tricolor venceu o Boca Juniors por 2 a 1 na prorrogação neste sábado (4), no Maracanã, e conquistou seu primeiro troféu da maior competição do continente.

Germán cano abriu o placar, Advincula empatou e John Kennedy fez o gol decisivo no tempo extra. O Fluminense supera o pesadelo de 2008 e finalmente conquista sua primeira Libertadores. Há 15 anos, o Tricolor das Laranjeiras perdeu nos pênaltis para a LDU do Equador no mesmo Maracanã. Agora, o Flu se consagra na prorrogação.

A decisão foi tensa, dentro e fora de campo. A partida teve poucas chances no primeiro tempo, e o gol do Fluminense foi construído ao maior estilo Dinizismo: com os pontas Keno e Arias na direita e tabelando antes de Cano finalizar com perfeição.

No segundo tempo, Marcelo vacilou na marcação e viu Advincula fazer de fora da área. O Fluminense se lançou ao e perdeu grande chance com Diogo Barbosa no último lance do tempo normal.

Na prorrogação, o Flu se impôs e marcou com John Kennedy, que ficou fora do time titular e entrou no fim do tempo normal. Ele levou o segundo cartão amarelo pela comemoração e acabou expulso. Fabra agrediu Nino, levou o vermelho no do primeiro tempo da prorrogação e facilitou a vida dos cariocas.

O técnico Fernando Diniz, antes de colocar JK em campo, segurou o rosto do atacante e profetizou: “Você vai fazer o gol do título”. Ele não parou um segundo no banco e comemorou cada desarme nos minutos finais.

Saiba Mais