O Cruzeiro derrotou o por 3 a 0 nesta quarta-feira, no Mineirão, em , pela 29ª rodada do Brasileirão, e se distanciou da zona de rebaixamento, ganhando um bom fôlego nos próximos compromissos na competição.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou a 37 pontos, abrindo sete do Vasco, o primeiro time dentro da zona de rebaixamento. O Bahia, por sua vez, ficou com 34, ainda ameaçado de queda.

O Cruzeiro entrou em campo com as linhas altas, buscando pressionar a saída de bola do Bahia. A tática deu certo. O time celeste começou em ritmo alucinante e abriu o placar aos 18 minutos. Matheus Pereira cruzou para Machado. Como elemento surpresa, o volante confundiu os zagueiros adversários. Kanu tentou cortar e jogou contra o próprio gol.

O Bahia equilibrou as ações, mas o Cruzeiro continuou sendo o time mais perigoso em campo. Aos 37, Matheus Pereira recebeu um presente de Gilberto e ligou o contra-ataque. O meia deu linda assistência para Bruno Rodrigues, que saiu na frente de Marcelo Felipe e jogou na trave.

O Cruzeiro continuou pressionando e perdeu novas oportunidades com Bruno Rodrigues e Arthur Gomes. Coube ao Bahia se fechar e evitar um placar elástico.

No segundo tempo, o time mineiro fez um gol rapidamente e deixou o Bahia ainda mais perdido em campo. Aos sete minutos, em mais uma bela jogada de contra-ataque, Marlon avançou pela linha de fundo e bateu fechado. A bola surpreendeu o goleiro Marcos Felipe.

O Bahia enfim conseguiu responder. Aos 12, Biel cruzou para Everaldo, que cabeceou por cima do gol. Em vantagem, o Cruzeiro tirou o pé do acelerador e voltou a se fechar. Com isso, o duelo foi caindo de produção e ficou no controle do time celeste.

O Cruzeiro, então, deu números finais ao embate aos 42, quando William avançou pela direita e acionou Bruno Rodrigues. O atacante partiu entre os zagueiros e desviou de canela para encobrir Marcos Felipe.

Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o no sábado, às 19h, no Allianz Parque, em São Paulo. O Cruzeiro jogaria contra o Fortaleza, mas o duelo foi adiado por causa que o clube cearense está na da Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 3 X 0 BAHIA

CRUZEIRO – Rafael Cabral; William, Neris, Luciano Castán e Marlon; Matheus Jussa, Machado (Ian Luccas) e Lucas Silva (Nikão); Matheus Pereira (Fernando Henrique), Bruno Rodrigues e Arthur Gomes (Wesley). Técnico: Zé Ricardo.

BAHIA – Marcelo Felipe; Gilberto, Kanu, Raul Gustavo e Camilo Cándido (Matheus Bahia); Rezende, Yago Felipe (Lucas Mugni), Thaciano (Acevedo) e Cauly (Rafael Ratão); Biel (Ademir) e Everaldo. Técnico: Rogério Ceni.

GOLS – Kanu (contra), aos 18 minutos do primeiro tempo. Marlon, aos sete, e Bruno Rodrigues, aos 42 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Flavio Rodrigues de Souza (SP)

CARTÕES AMARELOS – Lucas Silva e Machado (Cruzeiro); Camilo Cándido e Cauly (Bahia)

RENDA – R$ 1.245.130

PÚBLICO – 36.104 torcedores.

LOCAL – Mineirão, em Belo Horizonte (MG).