O Fluminense foi surpreendido pelo Coritiba, que continua em plena reação no Brasileirão. Na noite desta segunda-feira, o time paranaense venceu por 2 a 0, com gols de Robson e Diogo Oliveira ainda no primeiro tempo. A partida que concluiu a 16ª rodada foi realizada no estádio Couto Pereira, em Curitiba, que contou com 32.872 torcedores, recorde na temporada.

Depois de 18 jogos sem vencer na temporada, o Coritiba está há quatro sem perder no Brasileirão, sendo três vitórias. Com essa arrancada, o time saiu de quatro para 14 pontos. Embora ainda esteja na zona de rebaixamento, em 18º lugar, colou no Goiás, primeiro time fora do Z-4, em 16º, com 15.

O Fluminense, que vinha de empate sem gols com o Flamengo, está há dois jogos sem vencer e permanece com 25 pontos, agora fora do G-6, em sétimo lugar.

A primeira chegada perigosa foi do Fluminense. Felipe Melo deu bom passe, achando Lelê na esquerda da grande área. Ele conseguiu dominar, mas o chute cruzado saiu fraco e para fora. Quando o Coritiba conseguiu responder, teve uma grande oportunidade com um pênalti após Felipe Melo derrubar Robson na área. O próprio atacante foi para a cobrança e converteu, batendo no lado oposto de Fábio, aos 23 minutos.

O que já era bom para o Coritiba ficou ainda melhor apenas quatro minutos depois. Matheus Bianqui foi acionado na direita, deu uma caneta em Felipe Melo e chutou cruzado. A bola chegou na pequena área e Diogo Oliveira só completou para ampliar.

O Coritiba assustou em outro lance, em que Marcelino Moreno cortou o adversário na área, mas escorregou. Ele ainda conseguiu chutar, mas Fábio defendeu. O Fluminense teve um chute de fora da área de Ganso, mas fraco, e voleio de Felipe Melo, que saiu por cima. Nos acréscimos, Lelê até balançou a rede, mas estava impedido.

Na volta para o segundo tempo, o Fluminense chegou ao ataque de forma mais perigosa. Arias recebeu na direita e chutou cruzado para boa defesa de Gabriel. O rebote passou na pequena área, mas Keno não alcançou. O Coritiba respondeu com Bruno Gomes, que chutou de longe e obrigou Fábio a espalmar.

Em outra jogada do Coritiba, que começou com a saída do goleiro, a bola chegou rapidamente em Rodrigo Pinho. Ele invadiu a área na direita e chutou forte, mas no canto de Fábio, que precisou espalmar.

O Fluminense seguiu insistindo e teve nova tentativa com Keno. Na esquerda da área, ele chutou na rede pelo lado de fora. Depois, Yony González ficou com sobra, mas parou na defesa. A pressão continuou até o fim e Leo Fernández arriscou chute de fora da área que quase enganou o goleiro Gabriel após quicar no gramado. Ele, porém, espalmou e garantiu a vitória por 2 a 0.

Os dois times voltam a campo no próximo fim de semana pela 17ª rodada. No sábado, às 16h, o Fluminense recebe o Santos no Maracanã. No domingo, às 16h, o Coritiba também estará no Rio para enfrentar o Botafogo, no Engenhão.