A “Delegação Arara”, formada pelos servidores-atletas do TCE-MS (Tribunal de Conta de Mato Grosso do Sul) voltou para Mato Grosso do Sul com as malas cheias de medalhas conquistadas na OTC 2023 (Olimpíadas dos Tribunais de Contas). A disputa, realizada entre os dias 8 a 15 de outubro em (MT), rendeu 12 medalhas a equipe sul-mato-grossense, sendo 7 de ouro, 4 pratas e uma de bronze.

Os atletas do Estado disputaram 22 das 24 modalidades apresentadas na edição e fizeram bonito logo no primeiro dia de prova (9). A primeira medalha veio para a dupla Ronilson Escobar e Alan Gustavo Monteiro, que ganharam a prata no Beach Tennis masculino, categoria sênior.

No mesmo dia, o servidor Lima Anache garantiu o primeiro ouro para Mato Grosso do Sul após uma acirrada disputa de sinuca que durou cerca de 14 horas.

Mesmo sob o sol forte de Cuiabá, César Augusto Moraes ganhou a medalha de ouro na categoria sênior, após correr a distância de 10 mil metros (10 km).

Pela natação individual da categoria master, o atleta Igor Nemir Neves, alcançou um feito inédito e garantiu três medalhas, sendo: uma de ouro, no nado costas; uma prata, no nado peito; e uma de bronze, no nado borboleta. Igor também faturou a medalha de ouro, vencendo no tênis na categoria máster.

O pódio também veio na modalidade de tiro esportivo, com técnica e pontaria certeira, o servidor-atleta Paulo César Mendonça, conquistou o ouro.

Mulheres se destacam na pesca

Na modalidade individual feminino de pescaria, a servidora Maria Lígia Cabreira, pescou o maior tambaqui e faturou a medalha de ouro, já a prata foi, pela segunda vez consecutiva, para servidora aposentada, Antonia Maria Carneiro.

No bozó as mulheres também se destacaram. A servidora aposentada, Denize Tereza Carvalho e Maria Lígia Cabreira foram as vice-campeãs, conquistando a prata.

Fechando com ouro o quadro de medalhas para MS, o time de vôlei masculino, formado pelos atletas: Pedro Eduardo Alves, Ricardo Rivelino Alves, José Ricardo Justino, Everton Luís Nunes, Fernando Insaurraude, Luiz Carlos Antunes, Luiz Augusto Pascoto de Oliveira, Alan Monteiro, Aldo Anez Salvatierra e João Roberto Moraes, venceram os atletas do Tribunal de Contas do Amazonas, em uma final emocionante.

OTC Pantanal 2023

Quadro de medalhas
Quadro de medalhas (Divulgação)

Em 2023, a OTC Pantanal reuniu mais de 1.200 servidores-atletas na cidade de Cuiabá, para representar dos 33 Tribunais de Contas do País.

“Foi um privilégio para mim e para o Fernando, liderar essa equipe de atletas ‘amadores’ do Tribunal de Contas, equipe essa que com muita garra e determinação deram o máximo de si. Vencemos em várias modalidades, contando com os atletas reservas, estamos levando 23 medalhas na mala e muita experiência para as Olimpíadas de 2024, que será realizada em Tocantins”, declarou a delegada da Delegação Arara do TCE-MS, Marycleide Vasques.

Ao todo, 47 atletas disputaram no atletismo, basquete, beach tênis, bocha, boliche, bozó, corrida, damas, dominó, futebol society, futsal, futevôlei, natação, pebolim, pesca, pôquer, sinuca, tênis de campo, tênis de mesa, tiro esportivo, truco, vôlei indoor, vôlei de praia e xadrez.

Em 2022, a equipe do TCE-MS totalizou 138 pontos, ficando na 18ª colocação. Já nas olimpíadas em 2023, a delegação Arara, totalizou 315 pontos, subindo para a 11ª colocação no ranking.