Com um jogador a mais por quase todo o segundo tempo, o não fez uma grande partida e conheceu mais um tropeço nas Eliminatórias para a ao empatar com o Paraguai por 0 a 0, nesta quinta-feira, no estádio Monumental de Santiago, pela quinta rodada. Com o deslize, a pressão aumentou ainda mais sobre o técnico Eduardo Berizzo.

O resultado deixou o Chile fora da zona de classificação para a Copa do Mundo. A equipe ocupa somente o oitavo lugar, com cinco pontos, à frente apenas de (três) e Peru (um). O Paraguai, por sua vez, ficou em sétimo, com cinco.

Chile e Paraguai fizeram um primeiro tempo equilibrado e de poucas chances, a exemplo do baixo rendimento de ambas nas Eliminatórias. Em casa, a seleção chilena foi mais perigosa, mas criou a sua melhor oportunidade aos 19 minutos. Dávila cruzou para Brereton Díaz, que cabeceou e mandou rente à trave.

O Paraguai equilibrou as ações, mas acabou tendo o lateral Robert Rojas expulso, aos 43, quando o atleta acertou um pisão no tornozelo de Gabriel Suazo. Com um a menos, a equipe visitante precisou recuar e acabou segurando o 0 a 0.

No segundo tempo, o Paraguai não teve muita escolha. O time do técnico Daniel Garnero passou a se defender e fazer o tempo passar. O Chile acabou entrando no jogo do rival e não conseguiu se impor, esbarrando na forte marcação do rival.

Apesar de não ter uma grande superioridade, o Chile teve a posse de bola e criou as melhores chances com Alexis Sánchez, mas o atacante não estava com o faro de gol apurado. Nos minutos finais, Víctor Méndez acabou acertando Cubas, deixando ambas as seleções com dez jogadores. Com isso, o Paraguai se soltou um pouco mais, mas o 0 a 0 persistiu até o apito final. A última tentativa foi com o Chile em cabeçada de Maripán, que passou raspando.

Na próxima rodada, o Paraguai enfrenta a Colômbia na terça-feira, às 20h, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção. No mesmo dia, às 20h30, o Chile visita o Equador, no Estádio Casa Blanca, em Quito.

Saiba Mais