De olho no bicampeonato, o que não acontece há quase 40 anos, o Fluminense estreou no Campeonato Carioca com vitória sobre o Resende, por 2 a 0, na tarde deste sábado, no estádio Raulino de Oliveira. Os gols foram marcados por Joanderson (contra) e Alan.

Dono de 32 títulos estaduais, apenas atrás do Flamengo, com 37, o Fluminense teve a última grande sequência na década de 80, quando foi tricampeão consecutivo (1983, 1984 e 1985). Com a vitória neste sábado, somou seus primeiros três pontos na tabela de classificação.

Artilheiro do Brasil com 44 gols marcados na temporada 2022, Germán Cano foi quem atraiu boa parte dos olhares dos torcedores que estiveram no Raulino de Oliveira neste sábado. Conhecido por não desistir nunca da bola, o argentino participou do lance que culminou com o primeiro gol do Fluminense no estadual.

Logo aos 19 minutos, Jhon Arias deu provas de que está com o físico em dia. Ele puxou o contra-ataque e cruzou em direção ao argentino. Cano escorou de cabeça para Yago Felipe, mas a bola acabou batendo no zagueiro Joanderson e parando no fundo das redes, encobrindo o goleiro Jefferson.

Com praticamente a mesma equipe que terminou o Brasileirão, o Fluminense envolveu facilmente o Resende e poderia ter definido o duelo já no primeiro tempo. Cano recebeu de Martinelli, mas pegou mal na bola e isolou. Fernando Diniz também esteve igual ao ano passado. Agitado, o treinador foi logo recebendo o cartão amarelo por reclamação.

Cano também resolveu dar um susto nos torcedores. O argentino sofreu falta e acabou reclamando de dores no joelho. No entanto, voltou ao jogo logo após receber atendimento médico. E esse foi realmente o único susto que o Fluminense teve no primeiro tempo. O Resende sequer ameaçou o gol defendido por Fábio.

O segundo tempo serviu para Fernando Diniz fazer alguns testes e experimentar suas novas peças. Keno e Lima entraram e deram uma maior movimentação ao Fluminense, que demorou a criar nos 45 minutos finais. O Resende, então, quase empatou com Zizu. Fábio fez um milagre.

No entanto, os reforços mostraram que podem ser importantes para o treinador durante a temporada. Lima teve a chance de aumentar, mas acabou errando o alvo. Mais tarde, Keno acionou Alan, que foi derrubado por Jefferson: pênalti. O próprio atacante bateu e fez 2 a 0, aos 42.

No fim, o Fluminense pressionou e poderia ter feito o terceiro, mas não conseguiu passar novamente pela defesa do Resende. Apesar disso, conseguiu confirmar o triunfo por 2 a 0.

Na próxima rodada, o Fluminense enfrenta o Nova Iguaçu nesta terça-feira, às 21h10, no Maracanã. No dia seguinte, o Resende visita o Bangu, às 15h30, no estádio Moça Bonita.

FICHA TÉCNICA

RESENDE 0 X 2 FLUMINENSE

RESENDE – Jefferson Luis; Bartell, Joanderson, Rayne e Kevyn Lucas; Paulo Victor (Khevin Fraga), Dener (Wallace), Gigio (Stefano Moretti) e Igor Bolt; Balloteli (Zizu) e Léo Itaperuna (Bismarck). Técnico: Sandro Sargentim.

FLUMINENSE – Fábio; Samuel Xavier, Nino, Manoel e Calegari; André, Martinelli (Felipe Melo), Yago Felipe (Keno) e Paulo Henrique Ganso (Lima); Jhon Arias (Maroons) e Cano (Alan). Técnico: Fernando Diniz.

GOLS – Joanderson (contra), aos 19 minutos do primeiro tempo. Alan, aos 42 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Yuri Elino Ferreira da Cruz.

CARTÕES AMARELOS – Bartell, Kevyn Lucas e Sandro Sargentim (Resende); Fernando Diniz (Fluminense).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).