O atacante brasileiro Antony será reintegrado aos treinos do Manchester United. Assim, estará à disposição do técnico Erik ten Hag para os próximos jogos da equipe inglesa.

O jogador ficou cerca de três semanas afastado das atividades após as acusações de agressão contra a ex-namorada Gabriela Cavallin ganharem repercussão. Outras duas mulheres, a bancária Ingrid Lana e a estudante Rayssa de Freitas, ambém acusaram Antony, mas nenhuma delas levou o caso à Justiça.

“Desde que as alegações foram feitas pela primeira vez em junho, Antony tem cooperado com os inquéritos policiais tanto no Brasil quanto no e continua a fazê-lo. Como empregador de Antony, o Manchester United decidiu que ele voltará aos treinos em Carrington e estará disponível para seleção, enquanto as investigações policiais continuam”, disse o clube, em nota.

“Como clube, condenamos atos de violência e abuso. Reconhecemos a importância de proteger todos os envolvidos nessa situação e reconhecemos o impacto que essas alegações têm sobre os sobreviventes de abusos”, completa o comunicado.

Antony se apresentou à polícia de Manchester

Segundo os jornais britânicos The Times e The Telegraph, Antony retornou à Inglaterra na quarta-feira e se apresentou à polícia de Manchester. Então, ele entregou o próprio celular às autoridades com o objetivo de auxiliar nas investigações do caso.

O jogador estava no Brasil desde o início de setembro, quando esteve na convocação de Fernando Diniz para os primeiros jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias da do Mundo de 2026. Contudo, o atacante acabou cortado da após as novas acusações.

A denúncia de Gabriela veio à tona em junho. Na ocasião, a influenciadora registrou Boletim de Ocorrência na 5.ª Delegacia de Defesa da Mulher, em . Na época, Gabriela Cavallin pediu uma medida protetiva contra o ex-namorado. Assim, segundo ela aponta no B.O., Antony a agrediu com chutes, puxões de cabelo e uma cabeçada. Também teria segurado seus braços e a jogado na cama.

Gabriela também levou o caso à polícia de Manchester. Dessa forma, no inquérito que está realizado na Inglaterra, a influencer expôs imagens do que seria a última agressão cometida pelo jogador. Antony teria a deixado com uma lesão na mão direita, com os ossos dos dedos expostos. O jogador nega todas as acusações.

Em junho, Antony prestou depoimento em São Paulo sobre o caso. A defesa do jogador chegou a citar o relacionamento “conturbado” com Gabriela .

Então, o atleta também expôs conversas íntimas com a ex-namorada em suas redes sociais. Segundo o jogador, ele “estaria sendo obrigado a publicar as mensagens” e que teria ocorrido um encontro “íntimo e consensual” entre os dois. “Esse assunto com essa farsante vai ser resolvido na Justiça”, publicou o atacante.