Cruzeiro e Red Bull Bragantino não saíram do zero em partida realizada neste domingo, no Mineirão, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois times criaram oportunidades e fizeram um jogo aberto, mas não tiveram efetividade para balançar as redes. Pior para o time mineiro, vivendo um momento de instabilidade que causou durante a semana a demissão do técnico Pepa.

Com apoio de quase 30 mil torcedores, o Cruzeiro chegou aos 26 pontos e aumentou o jejum de vitórias para oito jogos. Ocupa a 12ª colocação na tabela e se aproxima perigosamente da luta contra a zona de rebaixamento para a Série B da próxima temporada. Fazendo uma boa campanha na elite do futebol nacional, o Red Bull Bragantino contabilizou 36 pontos e figura em sexto lugar.

A primeira etapa foi marcada pela troca franca entre os dois times. Aproveitando a força da torcida, o Cruzeiro iniciou pressionando o adversário, que começou a reagir a partir dos 20, criando boas oportunidades, mas sem efetividade para finalizar.

No final do tempo inicial, o time da casa voltou a mandar no jogo. William e Bruno Rodrigues foram os principais destaques do Cruzeiro, enquanto Vitinho foi o melhor jogador do Bragantino na primeira metade. Os dois times levaram um justo empate para os vestiários.

A postura do Cruzeiro melhorou na segunda etapa. O time chegou com perigo em jogadas de Rafael Elias, quase abrindo o marcador com o centroavante. A reação do Bragantino veio aos 14, com o lateral-esquerdo Juninho Capixaba, mas Rafael Cabral defendeu para manter o empate no placar. Aos 21, Machado recebeu grande passe de Bruno Rodrigues, tentou tirar de Cleiton e mandou na trave do time paulista. Parte da torcida até gritou gol.

O jogo seguiu aberto na reta final. Aos 35, Luan Cândido invadiu a área em jogada pela esquerda e finalizou com força. Rafael precisou esticar a perna para mandar a bola para escanteio. Na jogada seguinte, o Bragantino chegou novamente. Após lance ofensivo, o VAR recomendou uma revisão para Wagner do Nascimento Magalhães. Após observação, ficou definido o impedimento.

O Cruzeiro volta a campo no dia 14, para enfrentar o Santos, às 19h, na Vila Belmiro. No mesmo dia, o Bragantino recebe o Grêmio, em casa, às 21h30. Os dois jogos são válidos pela 23ª rodada.