O Brasil não jogou na estreia da Copa do Mundo, mas sim deu um show em campo contra o Panamá, nesta segunda-feira (24). Ary Borges fez três dos quatro gols da seleção e passou o bastão para Marta na segunda etapa.

Aos 37 anos, a meia-atacante chegou a sua sexta participação no Mundial, depois de batalhar para se recuperar de grave lesão. Pia Sundhage decidiu poupá-la na estreia e Marta só pisou no campo em Adelaide aos 29 minutos do 2º tempo.

A goleada brasileira começou aos 19 minutos com Debinha abrindo pela esquerda e levantando de cabeça com espaço. A bola cruzou na segunda trave, onde Ary apareceu sozinha para testar para baixo, sem dar chance de defesa para a goleira Yenith Bailey.

Aos 38′, Tamires recebeu de Adriana com espaço pela esquerda, chegou na linha de fundo e cruzou na cabeça de Ary, que cabeceia para defesa de Bailey. No entanto, a goleira espalma nos pés da camisa 17, que só tem o trabalho de empurrar. Com acréscimo de 2 minutos, o Brasil só precisou manter para esperar a pausa.

copa do mundo brasil
Brasil fez dois gols no primeiro tempo e saiu na frente no Grupo F (Thais Magalhães, CBF)

Após a bola começar a rolar no 2º tempo, não tardou para o Brasil aumentar a vantagem sobre o Panamá. Aos 3 minutos, Tamires abriu para Debinha na esquerda, que tabela com Adriana. Em cruzamento, Ary Borges aciona de calcanhar para trás e deixa Bia Zaneratto com gol livre para marcar.

Antes de passar o bastão para Marta, Ary fez o quarto gol da seleção. Geyse recebeu de Tamires pela esquerda, cortou para trás e cruzou de canhota. Borges aproveitou uma falha na marcação e surgiu na frente do gol para cabecear entre as pernas da goleira.

Assim como no primeiro tempo, o Brasil marcou forte presença no campo, tanto que a goleira Letícia mal apareceu diante das câmeras. Ela fez apenas uma defesa nos minutos finais da partida.

O próximo compromisso do Brasil na Copa do Mundo Feminina será no dia 29 de julho, contra a França, às 6h (em MS), em Brisbane. Por fim, encerra a fase de grupos em Melbourne, no dia 2 de agosto, novamente às 6h (em MS), contra a Jamaica.

No Grupo F, o Brasil assume a liderança da chave com 3 pontos após o empate entre França e Jamaica, no domingo (23).

Chuteira de ouro

Com seus três gols, Ary Borges se tornou a artilheira da Copa do Mundo Feminina, que começou na última quinta-feira (20). Com isso, está na liderança da disputa pela Bola de Ouro neste ano.

O Brasil entra no hall de goleada nesta Copa do Mundo, atrás apenas do Japão, que marcou cinco gols contra a Zâmbia. Nesta segunda, apesar da Alemanha ter vencido de 6 a 0 contra o Marrocos, dois foram contra. O Brasil igualou em termos de número.

Próximo adversário: França

Brasil e França são velhas conhecidas em Copas do Mundo. Em 2019, a Seleção Brasileira foi superada por 2 a 1 nas oitavas de final, sendo eliminada pelas europeias. Em 2023, a Canarinho quer mudar a história e está determinada a conquistar sua primeira vitória contra as francesas.

O Brasil busca apresentar um jogo equilibrado após uma boa campanha na data FIFA de abril, onde enfrentou a Inglaterra na Finalíssima e venceu a Alemanha em um amistoso. Ambas as equipes também estão no Top 5 do ranking da FIFA, juntamente com as adversárias francesas.

Destaque da seleção francesa, Wendie Renard chega para sua quarta Copa do Mundo. A zagueira de 32 anos é a sétima maior artilheira da França, com 34 gols marcados. Renard acumula 32 títulos como profissional (15 Campeonatos Franceses, 9 Copas da França e 8 Champions League). Atualmente a craque de 1,87m defende o Olympique de Lyonnais.

Onde assistir aos jogos do Brasil?

O torcedor pode acompanhar os 104 jogos do Mundial pelo FIFA+. O Brasil é o único na América do Sul com acesso às transmissões ao vivo na plataforma. As reprises dos jogos estarão liberadas 24h após seu término.

Além disso, no Brasil, a Globo e o Sportv farão a transmissão na TV aberta e fechada, respectivamente. No YouTube, o torcedor pode assistir aos confrontos pela CazéTV.