Com algumas surpresas na escalação e com a orientação do técnico Renato Gaúcho para “jogar relaxado” por já ter garantido o acesso para a elite nacional, o empatou com o Tombense, por 2 a 2, nesta sexta-feira à noite, no estádio Soares de Azevedo, em Muriaé (MG), pela 37ª rodada do da Série B.

O resultado manteve o time gaúcho na vice-liderança, com 62 pontos, três na frente do Bahia, que empatou por 1 a 1 com o Guarani, na Fonte Nova, e serviu para a confirmação dos mineiros na Segunda Divisão.

O Tombense saiu de campo festejando o ponto que faltava para não correr mais risco de rebaixamento. Com 45, no 14º lugar, fará apenas um jogo amistoso na última rodada diante do Criciúma. O time mineiro completou cinco jogos sem vencer, com três derrotas e dois empates.

O Grêmio começou o jogo relaxado, como pediu seu técnico. E ainda contou com uma ajudinha do árbitro Paulo Roberto Alves Junior (PR) que numa disputa de ombro entre Diego Ferreira e Elkeson, do Grêmio, viu um pênalti. Não adiantaram as dos jogadores da casa e nem o VAR foi acionado, dando ao árbitro o direito de interpretação. Na cobrança, Elkeson bate forte e no alto, no lado direito do goleiro Felipe Garcia: 1 a 0, aos seis minutos.

O Tombense ficou nervoso e o Grêmio se aproveitou para tocar a bola e manter sua força ofensiva. Aos 15 minutos, outro pênalti para os gaúchos. Desta vez, o volante Zé Ricardo pisou no pé direito de Elkeson, dentro da área. O VAR confirmou o pênalti, cobrado desta vez pelo jovem Gabriel Silva que chutou à meia altura no canto direito do goleiro: 2 a 0.

Na frente no placar, o Grêmio recuou, até mesmo sentindo a pressão do Tombense, que diminuiu aos 28 minutos. O meia Jean Lucas dominou a bola na intermediária e, sem marcação, soltou a bomba no alto e sem chances de defesa para Gabriel Grando.

No segundo tempo, o time mineiro adiantou a marcação e acuou o Grêmio em seu campo defensivo. Mas os gaúchos souberam se fechar bem, não permitindo as finalizações.

A melhor chance do empate aconteceu aos 24 minutos, em uma furada incrível de cabeça do zagueiro Roger Carvalho. Após levantamento do lado esquerdo, o goleiro Gabriel Grando tentou socar e perdeu o tempo da bola que subiu. O zagueiro, na pequena área, subiu sozinho para cabecear, mas se atrapalhou e errou feio.

O empate estava próximo e saiu aos 31 minutos. O levantamento, desta vez, saiu do lado direito e do outro lado Keké conseguiu cabecear para o alto. A defesa não cortou e Renatinho deu um leve toque por cima na saída desesperada de Gabriel Grando.

Debaixo de chuva nos minutos finais, não houve mais jogo para o Tombense. O time recuou, mostrou garra na marcação e usou de catimba para segurar o empate salvador. O Grêmio não forçou e viu, ao apito final, a comemoração dos mineiros.

FICHA TÉCNICA

TOMBENSE 2 X 2 GRÊMIO

TOMBENSE – Felipe Garcia; Diego Ferreira (Joseph), Ednei, Roger Carvalho e Manoel; Guilherme Rand (Igor Henrique), Zé Ricardo e Jean Lucas (Rodrigo); Everton Galdino (Matheus Frizzo), Ciel (Keké) e Renatinho. Técnico: Bruno Pivetti.

GRÊMIO – Gabriel Grando; Leonardo, Bruno Alves, Kannemann e Diogo Barbosa (Nicolas); Villasanti (Lucas Silva), Thiago Santos e Lucas Leiva (Bitello); Gabriel Silva, Elkeson (Rodrigo Ferreira) e Emerson (Janderson). Técnico: Renato Gaúcho.

GOLS – Elkeson, aos 6, Gabriel Silva, aos 16 e Jean Lucas, aos 28 minutos do primeiro tempo; Renatinho, aos 31 do segundo.

ÁRBITRO – Paulo Roberto Alves Junior (PR).

CARTÕES AMARELOS – Everton Galdino, Ednei e Diego Ferreira (Tombense); Gabriel Silva e Bruno Alves (Grêmio).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé (MG).