Após 1º tempo ruim, Fluminense derrota Vila Nova com gol histórico de Fred

| 19/04/2022
- 23:02
Após 1º tempo ruim, Fluminense derrota Vila Nova com gol histórico de Fred
A vitória foi conquistada na base da superação (Foto: assessoria/Fluminense)

No sufoco, o venceu o Vila Nova-GO na noite desta terça-feira, por 3 a 2, no Maracanã, no , pelo confronto de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O time carioca saiu perdendo por 2 a 0, mas virou com três gols no segundo tempo.

A vitória foi conquistada na base da superação, sobretudo após fraco desempenho no primeiro tempo. E para isso o Fluminense precisou dos artilheiros Germán Cano e Fred. E Fred, inclusive, marcou o primeiro gol em 2022 e chegou a 37 gols em jogos da Copa do Brasil, sendo o maior artilheiro da história da competição. Superou Romário.

Os times agora voltam a se enfrentar no dia 11 de maio, na reabertura do tradicional Serra Dourada, em Goiânia, fechado há mais de dois anos devido a problemas em sua estrutura. O Fluminense jogará por um empate para se classificar, enquanto o Vila Nova terá que vencer por dois gols de diferença. Importante lembrar que quem se classificar às oitavas de final ainda ganhará premiação de R$ 3 milhões.

Mesmo fora de casa, o Vila Nova adotou postura ofensiva e manteve o Fluminense recuado no campo defensivo, o que gerou a irritação do técnico Abel Braga à beira do gramado. Aos poucos o time carioca conseguiu equilibrar as ações, mas ainda assim esteve longe de apresentar bom futebol.

Bem postado, o Vila Nova foi impecável na marcação e levou perigo no ataque. Aos 33 minutos, Willian Formiga recebeu bola pelo lado esquerdo, puxou para a perna boa e encheu o pé, obrigando o goleiro Fábio espalmar e defender com a ponta dos dedos, evitando o gol goiano.

Melhor em campo, o time goiano abriu o placar no Maracanã. Aos 37 minutos, Arthur Rezende cobrou escanteio da direita e o zagueiro Rafael Donato desviou de cabeça para o fundo das redes. Gol que aumentou ainda mais as críticas vindas das arquibancadas com o fraco desempenho do time tricolor.

No segundo tempo a partida foi bastante movimentada e mudou da água para o vinho. Logo aos 11 minutos, após contra-ataque, Alex Silva invadiu a área e cruzou rasteiro para encontrar o ex-tricolor Pablo Dyego, que mandou para as redes. A bola ainda tocou na cabeça de Fábio antes de entrar.

Com 2 a 0 para o Vila Nova e a torcida entoando 'time sem vergonha', não restou alternativa ao Fluminense, senão correr atrás do empate. Não demorou e Willian Bigode foi derrubado dentro da área por Renato Silveira: pênalti marcado. Aos 21, Ganso cobrou e converteu.

O gol animou o Fluminense, que seguiu no ataque e encontrou o empate aos 26 minutos. Marlon, que havia acabado de entrar em campo, cruzou da esquerda e encontrou o artilheiro Germán Cano, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes, marcando seu 11º gol pelo Fluminense.

O empate caiu como uma ducha de água fria no Vila Nova, que fez belo primeiro tempo, mas recuou demais após o intervalo. A partir disso, o Fluminense buscou o terceiro gol e conseguiu aos 42 com o ídolo Fred, numa finalização chapada, sem chances de defesa para o goleiro Georgemy. Alívio e vitória na base da raça do tricolor.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 3 X 2 VILA NOVA

FLUMINENSE - Fábio; Samuel Xavier, Nino, David Braz e Pineida (Marlon); André, Yago Felipe (Nonato) e Arias (Ganso); Luiz Henrique (Caio Paulista), Germán Cano e Willian (Fred). Técnico: Abel Braga.

VILA NOVA - Georgemy; Alex Silva, Rafael Donato, Renato Silveira e Willian Formiga; Ralf, Arthur Rezende e Wagner (Pablo); Matheuzinho (Rubens), Pablo Dyego (Jean Silva) e Victor Andrade (Diego Tavares). Técnico: Higo Magalhães.

GOLS - Rafael Donato, aos 36 minutos do primeiro tempo. Pablo Dyego, aos 11; Ganso, aos 21; Germán Cano, aos 26; e Fred, aos 42 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rodolpho Toski Marques (PR).

CARTÕES AMARELOS - Nino e Ganso (Fluminense); Georgemy, Rafael Donato, Arthur Rezende e Victor Andrade (Vila Nova).

RENDA - R$ 239.672,50.

PÚBLICO - 9.715 pagantes (10.046 total).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Veja também

Evento será o primeiro deste porte a acontecer em Campo Grande

Últimas notícias