Esportes

Hamilton passeia no Canadá e coloca fogo no campeonato

141 pontos

Diego Alves Publicado em 11/06/2017, às 19h13

None

141 pontos

Lewis Hamilton foi o grande nome do fim de semana da Fórmula 1. Após igualar o recorde de Ayrton Senna em número de poles no sábado, ele não teve problemas em garantir a 56ª, sendo de ponta a ponta.Hamilton passeia no Canadá e coloca fogo no campeonato

Além disso, ele viu Sebastian Vettel se complicar, com uma largada ruim e com um pit stop inesperado no início da prova, para trocar o bico. Mesmo com estratégia diferente, e grande recuperação, o alemão garantiu “apenas” a quarta colocação.

Entre Hamilton e Vettel, o Canadá trouxe Valtteri Bottas na segunda posição e Daniel Ricciardo fechando o pódio.

Com os resultados, Vettel permanece na liderança do campeonato com 141 pontos, 12 a mais que Hamilton, que possui 129.

A corrida durou pouco para Felipe Massa, que logo após a largada foi coletado pela Toro Rosso de Carlos Sainz Jr., sendo obrigado a abandonar.

A Corrida

Na largada, Hamilton manteve a ponta e Verstappen roubou a segunda posição de Vettel, que caiu para quarto, perdendo posição para Bottas também. Carlos Sainz rodou e coletou Felipe Massa, que também acabou abandonando, antes de completar o primeiro giro. O Safety Car teve que entrar na pista, até que os carros fossem retirados e a pista fosse limpa.

A relargada aconteceu na quarta volta, com Hamilton conseguindo escapar e Bottas pressionando Verstappen. Na sexta, Vettel, com a asa dianteira danificada, foi para os pits trocar o bico e colocar pneus supermacios. Ele voltou na 13º colocação.

No 11º giro, Verstappen parou no primeiro setor, abandonando a corrida. O Safety Car virtual entrou em cena, até a 14ª volta.

A primeira Mercedes a parar nos pits foi a de Bottas, na 24ª volta, ele e Ricciardo eram os únicos que estavam de pneus macios na pista.

Kevin Magnussen foi punido pela direção de prova em cinco segundos, por ter ultrapassado durante o Safety Car virtual.

Hamilton parou na 33ª volta, colocando o composto supermacio. A vantagem que ele tinha para Bottas quando retornou beirava os dez segundos.

Raikkonen fez nova parada nos boxes na volta 42, retornando à frente de Alonso que ainda não havia parado. O espanhol faria sua única visita aos pits no giro seguinte.

Vettel fez sua segunda parada na volta 50, se fixando na sétima posição. A esta altura, a dupla da Mercedes dominava, com Ricciardo em terceiro, Perez em quarto, Ocon em quinto e Raikkonen em sexto.

Após um pit stop complicado, Kvyat abandonou a prova na 57ª volta. Pouco depois, Vettel ultrapassou Raikkonen pela sexta posição, após o finlandês errar na curva e perder velocidade.

O alemão começou a dar a voltas mais rápidas da prova seguidas vezes e se aproximava de Ocon, que ocupava o quinto lugar.

Os dois carros da Force India brigaram entre si e Vettel aproveitou para ganhar o quinto posto. Enquanto isso, Fernando Alonso abandonava restando duas voltas.

Em seguida, Vettel conseguiu a quarta posição, manobrando em cima de Perez.

Em um mundo paralelo, com extrema tranquilidade, Hamilton cruzou a linha de chegada, com Bottas em segundo e Ricciardo em terceiro. A Fórmula 1 retorna no dia 25 de junho, no Azerbaijão.

Jornal Midiamax