Esportes

Polícia descobre esquema de venda ilegal de ingressos para Olimpíadas

A quadrilha tinha acesso a bilhetes usando cartões clonados

Norberto Liberator Publicado em 08/08/2016, às 12h05

None
ingressos-olimpiadas-rio-2016-2.jpg

A quadrilha tinha acesso a bilhetes usando cartões clonados

A Polícia Civil fluminense descobriu um esquema de venda ilegal de ingressos, organizado por uma quadrilha que comercializava entradas para os Jogos do Rio por preços muito acima do original. Os cambistas operam em esquema semelhante aos que praticavam o mesmo crime durante a Copa do Mundo de 2014.

De acordo com o portal Uol Esporte,  a quadrilha tem acesso privilegiado aos bilhetes de grandes eventos. A reportagem do site afirma que o esquema é maior do que o da Copa, onde empresários, donos de agências de viagem e até o dono da Match, empresa parceira da Fifa, foram presos por envolvimento com uma quadrilha que praticava o comércio ilegal.

O Comitê Organizador da Rio 2016, segundo o Uol, colabora com as investigações da Polícia. Não foram divulgados detalhes sobre as apurações feitas pelas autoridades e pelos membros do Comitê. Um irlandês foi preso em flagrante, em um hotel da Barra da Tijuca, e os policiais encontraram documentos que comprovam negociações com torcedores interessados em comprar ingressos.

No sábado (6), a Justiça do Rio pediu prisão preventiva de 10 suspeitos de participação em atos de cambismo. Eles teriam confessado ser membros de uma quadrilha que atuava em São Paulo, e que comercializava ingressos obtidos por meio de cartões clonados.

Jornal Midiamax