Time teria descumprido Estatuto do Torcedor

Decisão do TJD/FFMS (Tribunal de Justiça Desportiva e Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) suspendeu o Campeonato Estadual sub-19, nesta segunda-feira (22). Na ação, o Operário Futebol Clube tem prazo de três dias para explicar o descumprimento do artigo 10 do Estatuto do Torcedor, que exige a regularidade fiscal.

Na ação, o Novoperário pediu a exclusão do time do campeonato, mas o TJD decidiu por suspender a disputa até que o caso seja julgado. O processo ainda deve ser analisado pelo relator Bruno Vigilatto.

Em nota de repúdio, assinada pelo Serc, SE, Sidrolandia, Novoperário, ECCG e CEU publicada no facebook no último dia 13 de agosto, o Operário estaria burlando a participação no campeonato e colocando em risco os demais clubes, que cumpriram com rigor a legislação vigente. 

“Já não bastasse as irregularidades cometidas no decorrer do Campeonato Estadual, que desrespeitou o Artigo 10 do Estatuto do Torcedor, que exige: “a regularidade fiscal, sob pena de exclusão e rebaixamento do campeonato, agora tenta por meio de liminar, novamente disputar outra competição profissional oficial, sem as devidas certidões(sic)”, diz a publicação.

Ainda no documento, os times pontuam que se o clube não conseguiu sanar as irregularidades deve ser excluído e rebaixado.

A reportagem tentou contato, mas o presidente Estevão Petrallás do Operário Futebol Clube, não atendeu as ligações.