Venceram  por 2 a 1

 

Algoz das brasileiras e norte-americanas, favoritas ao ouro olímpico, as suecas não conseguiram hoje (19), na final olímpica, repetir a estratégia de jogar na defesa para levar o jogo para os pênaltis. Perderam o ouro do femino para as alemãs, que venceram  por 2 a 1. Sem correr risco e maior posse de bola, a Alemanha conseguiu superar as adversárias para conquistar, pela primeira vez, a medalha olímpica de ouro.

Depois de um primeiro tempo sem muitas chances claras, as alemãs conseguiram furar o bloqueio da Suécia aos três minutos do segundo tempo, com Dzsenifer Marozsan. Aos 17, a Alemanha ampliou com um gol contra de Linda Sembrant.

Com o placar adverso, a Suécia abdicou de apenas se defender e partiu para o ataque. Aos 22 minutos da segunda etapa conseguiu diminuir a diferença com o gol de Stina Blackstenius. Mas a reação não foi suficiente. As alemãs conseguiram controlar o jogo até o final e ficaram com o ouro.

Mais cedo, o Canadá venceu a seleção brasileira também por 2 a 1 e conquistou, pela segunda vez consecutiva, a medalha de bronze.