Retranca falha no fim, e Inter é superado pelo Santa Fe fora

Dominante na partida, o Santa Fe mostrou muitos erros
| 21/05/2015
- 06:18
Retranca falha no fim, e Inter é superado pelo Santa Fe fora

Dominante na partida, o Santa Fe mostrou muitos erros

O Inter não esteve bem na noite desta quarta-feira, na Colômbia, pelas quartas de final da Libertadores . O time comandado por Diego Aguirre mostrou postura extremamente defensiva e pouco atuou. A bem postada defesa colorada contra o pouco técnico time do Santa Fe até se sobressaiu em muitos momentos e contou com a sorte de duas bolas dos colombianos pararem na trave, mas aos 47min do segundo tempo a casa caiu com o gol único da vitória por 1 a 0 dos mandantes.

Apesar de ser válida por uma fase avançada da principal competição sul-americana, o duelo desta quarta-feira teve baixíssimo nível técnico. Dominante na partida, o Santa Fe mostrou muitos erros individuais e só construiu bons lances em bolas paradas, como o próprio gol. Os visitantes, por sua vez, claramente focaram no empate para levar a decisão para o Beira-Rio e tiveram chance única durante todo o confronto.

A primeira etapa do duelo teve pouco futebol e muita marcação. De um lado, o Santa Fe buscava o ataque com pouca qualidade – errava domínios e passes, sem chegar a assustar o goleiro Alisson. De outro, o Inter se fechava à espera de um contra-ataque, ao invés de usar as boas peças ofensivas, e só se soltou um pouco mais na reta final.

Apesar de ser válida por uma fase avançada da principal competição sul-americana, o duelo desta quarta-feira teve baixíssimo nível técnico. Dominante na partida, o Santa Fe mostrou muitos erros individuais e só construiu bons lances em bolas paradas, como o próprio gol. Os visitantes, por sua vez, claramente focaram no empate para levar a decisão para o Beira-Rio e tiveram chance única durante todo o confronto.

A primeira etapa do duelo teve pouco futebol e muita marcação. De um lado, o Santa Fe buscava o ataque com pouca qualidade – errava domínios e passes, sem chegar a assustar o goleiro Alisson. De outro, o Inter se fechava à espera de um contra-ataque, ao invés de usar as boas peças ofensivas, e só se soltou um pouco mais na reta final.

O panorama não mudou para a etapa final. A primeira oportunidade de perigo da partida surgiu só aos 19min, em lance que teve grande defesa de Alisson e bola na trave. O time mandante ainda teve no mínimo mais quatro grandes oportunidades, incluindo outra cabeceada no travessão.

Os gaúchos tiveram a chance que desejaram por todo o confronto perto do fim, mas o defensor colombiano tirou gol certo por cobertura de Nilmar quase em cima da linha. O preço veio pouco depois: em escanteio aos 47min do segundo tempo, o Santa Fe conseguiu o importante e desejado gol para levar vantagem.

E agora?

Agora, os dois clubes decidem no Beira-Rio uma vaga na semifinal da Libertadores de 2015, na próxima semana. O Santa Fe já “entra classificado”: qualquer empate dá a classificação à semifinal para os colombianos. O Inter terá que fazer pelo menos dois gols para garantir a vaga sem depender dos pênaltis. Caso o time da Colômbia consiga um gol em território gaúcho, a situação se complica ainda mais.

GOL:

Santa Fe 1 x 0 Inter – 47min do segundo tempo

Omar Pérez bateu escanteio da direita, Mosquera apareceu sozinho no meio da zaga e cabeceou para o fundo das redes.

Bota na conta do Aguirre?

A postura defensiva do Inter foi intensamente criticada pelos torcedores da equipe. Na Colômbia, o time colorado abdicou de atacar e se recuou à espera de raros contra-ataques. O preço pela estratégia foi pago praticamente no último minuto do jogo, com gol que sacramentou o destino do duelo.

Veja também

A dupla Neymar e Messi, do Paris Saint-Germain, ficou de fora

Últimas notícias