Esportes

Perder para a Ferrari em Sepang não foi um grande desastre, diz Hamilton

Inglês revela exagero em repercussão da derrota

Isaias Domingues Publicado em 09/04/2015, às 20h04

None
hamilton.jpg

Inglês revela exagero em repercussão da derrota

O GP da Malásia não foi como esperado pela Mercedes, campeão da temporada 2014 e vencedora da primeiro prova do ano, na Austrália. Em Sepang, a escuderia alemã viu a Ferrari de Sebastian Vettel vencer uma corrida após um jejum de 37 provas.

“Não foi o melhor dos fins de semana. Havia um monte de coisas que fizemos de errado, muitas coisas que poderia ter feito melhor”, lamentou Lewis Hamilton.

Depois de ser derrotado pela primeira vez em mais de um ano, Lewis Hamilton não vê motivos para desespero. “Mas não foi um grande desastre, as pessoas têm levado as coisas fora da proporção e esperamos corrigir isso neste fim de semana, na China”, seguiu.

“Considerando que foi um fim de semana difícil para nós, ainda ficamos em segundo e terceiro”, lembrou.

Ao elogiar a Ferrari, Lewis afirmou que a prova real do desempenho da rival será feita na GP da China.

“Eles (Ferrari) foram muito rápidos. Eles fizeram um ótimo trabalho, mas poderíamos ter feito um trabalho melhor em termos de cuidar de nossos pneus, que nos permitiria poder talvez ter sido um pouco mais rápido”, comentou.

“Mas é verdade ritmo que eles têm. Se vai continuar, vamos descobrir aqui. São dois extremos diferentes [das condições] entre a Malásia e a China, por isso vamos ter uma compreensão muito melhor depois de amanhã”, concluiu.

Jornal Midiamax