Esportes

Cruzeiro bate Joinville e vai a 13 jogos de invencibilidade

O Cruzeiro tem compromisso marcado com o Internacional 

Diego Alves Publicado em 29/11/2015, às 21h21

None
cruzeirojoinvillegolcharlesgazetapress.jpg

O Cruzeiro tem compromisso marcado com o Internacional 

O Cruzeiro se despediu do Mineirão neste domingo com um bom resultado. No último jogo da Raposa no Gigante da Pampulha em 2015, a equipe derrotou o Joinville por 3 a 0, pela 37ª rodada, e chegou ao seu 13º jogo de invencibilidade no Brasileirão. Os gols foram marcados por Willian, que igualou Ricardo Goulart como maior artilheiro da história do novo estádio, com 22 tentos, Charles e Alisson.

Ambas os times não puderam contar com seus técnicos à beira do gramado. O treinador do JEC, PC Gusmão, foi liberado para acompanhar o casamento de sua filha mais velha no Rio de Janeiro, sendo substituído pelo auxiliar Claudomiro Santiago. Já Mano Menezes estava suspenso, e Sidney Lobo ficou no seu lugar.

Para fechar a temporada, o Cruzeiro tem compromisso marcado com o Internacional no Beira-Rio, às 17 horas (de Brasília) do próximo domingo, pela 38ª e última rodada do Brasileirão. O Joinville, por sua vez, enfrenta o Grêmio em Santa Catarina, na mesma data e horário.

O jogo – A primeira chance de perigo apareceu aos 11 minutos, sendo protagonizada pela Raposa. Em boa jogada, Willian deu passe para Alisson na pequena área, e o camisa 11 chutou para boa defesa do goleiro Agenor.

A equipe celeste ameaçou novamente aos 16. Henrique recebeu cruzamento longo e finalizou de primeira, mas com a bola ainda no alto. O Tricolor respondeu logo depois, em conclusão de Kempes à distância que desviou no marcador e, por pouco, não enganou Fábio. Porém, o goleiro estava atento e evitou o gol.

Os donos da casa voltaram a levar perigo com 24 jogados. Alisson foi lançado em velocidade pela direita e ficou sozinho com Guti. O atacante invadiu a área, puxou para o pé direito e bateu cruzado para Agenor trabalhar bem novamente.

O Cruzeiro abriu o placar aos 34 minutos. Willian recebeu cruzamento de Ceará, dominou, girou e tirou dos marcadores, mandando para o fundo da meta para marcar seu 11º gol no Campeonato Brasileiro. Aos 37, o ‘Bigode’ ameaçou em chute cruzado ao lado da trave.

O placar foi ampliado com 39 marcados no relógio. Charles ficou com bola na intermediária e arriscou com força para balançar as redes. O volante havia entrado em campo aos 24 minutos, substituindo Henrique, que saiu machucado.

O JEC reagiu na sequência. Marcelinho Paraíba recebeu passe dentro da área, fez o giro e finalizou buscando o canto inferior do gol de Fábio, mas acabou mandando pela linha de fundo.

O time mineiro foi o responsável por criar a primeira boa chance da etapa complementar. Aos cinco minutos, o volante Willians arriscou de longe, obrigando o goleiro Agenor a trabalhar bem.

O arqueiro do JEC não conseguiu impedir o terceiro gol, aos 18 minutos. Willians roubou bola de Willians e tocou para Marcos Vinícius. O meia passou para Willian, que deu assistência para Alisson, dentro da área, balançar as redes.

No restante da partida, o Cruzeiro apenas administrou o resultado, e as boas chances não apareceram. No último minuto, Willian desperdiçou oportunidade chutando para fora.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 3 X 0 JOINVILLE

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: 29 de novembro de 2015, domingo

Horário: 17 horas (de Brasília)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)

Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Moisés Aparecido de Souza (PR)

Cartões amarelos: Kempes, Guti (Joinville), Paulo André (Cruzeiro)

Gols: CRUZEIRO: Willian, aos 34min do 1º tempo, Charles, aos 39min do 1º tempo, Alisson aos 18min do 2º tempo

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Manoel, Paulo André e Fabrício; Henrique (Charles), Willians, Cabral (Mayke) e Marcos Vinícius (Gabriel Xavier); Alisson e Willian

Técnico: Sidney Lobo (auxiliar)

JOINVILLE: Agenor; Mário Sérgio, Domingues, Guti e Diego; Danrlei, Edson Ratinho, Kadu (Yuri), Ítalo (Fernando Viana) e Marcelinho Paraíba (Edigar Junio); Kempes

Técnico: Claudomiro Santiago (auxiliar)

Jornal Midiamax