Esportes

Corinthians joga mal, mas bate Chapecoense e segue 100%

Fábio Santos, expulso contra o Guaraní-PAR, fez gol após chute desviado

Midiamax Publicado em 17/05/2015, às 01h44

None
guerrerocorinthiansxchapecoensejoseluissilva-agifgazeta1605.jpg

Fábio Santos, expulso contra o Guaraní-PAR, fez gol após chute desviado

O Corinthians entrou em campo pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro , neste sábado, em Araraquara, mas a cabeça ainda estava no que aconteceu na última quarta-feira , em Itaquera, pela Copa Libertadores da América. Resultado? O time novamente jogou mal, mas pelo menos desta vez conseguiu vencer: fez 1 a 0 na Chapecoense (graças a gol anotado na base da sorte), em partida que foi disputada na Arena Luminosa porque torcedores alvinegros acenderam sinalizadores em duelo contra o Grêmio , no ano passado, gerando punição ao clube. Confira como foi o jogo em detalhes aqui .

Esta foi apenas a terceira vitória do Corinthians nos últimos dez jogos. O bom, contudo, é que a equipe comandada por Tite alcançou o segundo triunfo em duas partidas na atual edição do Campeonato Brasileiro. Desta forma, passou a somar seis pontos e a ocupar momentaneamente a liderança da competição nacional. Já a Chapecoense estacionou nos três pontos e provou que, de fato, novamente não lutará por nada na parte de cima da tabela.

Disposto a apagar a má impressão deixada nas últimas quatro partidas da Copa Libertadores – quando sequer balançou as redes -, o Corinthians começou a partida deste sábado em ritmo alucinante. Apenas no primeiros 10 minutos, o goleiro Danilo, da Chapecoense, já havia feito pelo menos duas grandes defesas.

A partir daí, contudo, o time alvinegro parou. A Chapecoense passou a ter mais posse de bola e só não abriu o placar por causa da imprecisão nas finalizações. Assim, acabou castigada: curiosamente no momento em estava melhor em campo, levou o único gol do duelo após lance de muito azar. Fábio Santos, expulso no fatídico duelo contra o Guaraní-PAR , chutou colocado de fora da área e contou com desvio involuntário de Mendoza para balançar as redes.

A vantagem no placar deu mais tranquilidade ao Corinthians, mas não o fez jogar melhor. Muito pelo contrário. A Chapecoense seguia encontrando espaços para tocar a bola e infiltrar na zaga alvinegra. Além disto, não era incomodada. O segundo tempo, por sinal, foi uma lástima técnica: muitos erros de fundamento e pouca qualidade. O momento de maior emoção? A expulsão do técnico do time catarinense, Vinícius Eutrópi. Foi difícil segurar o sono!

Na próxima rodada, o Corinthians visita o Fluminense, domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã. Já a Chapecoense recebe o Santos, no mesmo horário, na Arena Condá.

Jornal Midiamax