Esportes

Aplaudida, xodó de 1,33 m e 32 kg leva bronze na ginástica

Flavia já havia chamado a atenção no ano passado

Diego Alves Publicado em 14/07/2015, às 02h15

None
podioginasticaflavialopesezrashawgetty.jpg

Flavia já havia chamado a atenção no ano passado

Aos 15 anos, a brasileira Flavia Saraiva se consolida como um dos principais nomes da ginástica feminina nacional. Depois de liderar na conquista do bronze por equipes, a ginasta fez uma bela apresentação nos quatro aparelhos (solo, trave, salto e barras assimétricas) para conquistar o terceiro lugar na prova indididual geral pelos Jogos Pan-Americanos de Toronto .

No fechamento, a pequena ginasta de apenas 1,33 m e 32 kg foi excelente no solo ao garantir a medalha e a simpatia junto ao público com a nota de 14,650. Depois foi apenas aguardar as últimas ginastas para comemorar o bronze.

Flavia já havia chamado a atenção no ano passado ao conquistar três medalhas nos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanquim, na China, sendo uma de ouro no solo. A brasileira ainda terá a chance de conquistar mais duas medalhas neste Pan: final do solo e da trave.

Para delírio dos torcedores canadenses, a ginasta Ellie Black foi a melhor entre as 24 presentes e conquistou a medalha de ouro, sendo aplaudida de pé após a última performance no solo. A prata ficou com a americana Madison Desch.

Aos 30 anos, Daniele Hyypólito, que faz a despedida em Jogos Pan-Americanos, teve um bom desempenho e terminou na quinta posição. A brasileira foi medalha de bronze no individual geral em Santo Domingo 2003. A veterana estará ainda nas finais de salto e solo. A outra finalista é Julie Kim Sinmon na trave. O Brasil não conseguiu nenhum representante para as barras assimétricas.

Jornal Midiamax