A Prefeitura de anunciou concurso para administrativos educacionais com 2 mil vagas. Sem detalhar, a prefeita Adriane Lopes (PP) disse que os cargos variam entre assistente de educação infantil – que é um novo cargo na rede municipal de ensino -, assistente de inclusão escolar, merendeira, assistente administrativo, monitor de aluno e motorista de transporte escolar. Além dessas, outras áreas ainda não especificadas devem ser atendidas.

O pedido para concurso, especialmente na área de educação especial, já foi ato de protesto na Câmara de Vereadores em 2023. Pais e responsáveis reclamam do déficit de profissionais.

Nesta segunda-feira (4), a prefeita Adriane Lopes (PP) assinou decreto para formalizar o certame, previsto ainda para este ano.

“Hoje estamos apresentando uma solução na área de educação. Desde 2013, não havia concurso para esses cargos. Esse é um pedido dos pais de crianças especiais que têm buscado essa ação do poder Executivo”, afirma.

A solicitação será entregue para apreciação na Câmara de vereadores. Presente no evento, o presidente da Câmara, Carlão (PSB), informou que caso o documento chegue à Casa Legislativa até amanhã (5), a votação será realizada na quinta-feira (7).