Mato Grosso do Sul teve um saldo positivo de 2,38 mil novos empregos com carteira assinada no mês de julho, de acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego. O total é de 32,1 mil admissões e 29,7 mil desligamentos. Os três municípios com maior saldo de empregos formais em julho no estado são (+333), (+234) e (+232).

Ainda segundo o Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo ) divulgados na última quarta-feira (30), desde o início do ano, o saldo de empregos formais em Mato Grosso Sul totaliza 27,2 mil vagas com carteira assinada, variação relativa de 4,56%. Levando em conta as quatro unidades federativas da região Centro-Oeste, o saldo positivo é de 18,3 mil vagas em julho.

Em julho, Mato Grosso do Sul teve desempenho positivo nos cinco grandes grupamentos avaliados. O principal destaque foi o setor de comércio, com saldo de 945 vagas e um estoque total de 143,4 mil empregos com carteira assinada. Na sequência aparecem a (saldo de 562), a (+418), o setor de Serviços (+354) e a Construção (+107).

Os dados do Novo Caged de julho mostram que o emprego formal no país apresentou saldo positivo de 142,7 mil postos de trabalho no mês. O saldo foi puxado pelo setor de Serviços, que gerou 56,3 mil postos (39% do saldo) e Comércio com 26.744 postos (19% do saldo). No acumulado do ano, são 1,16 milhão de postos de trabalho, saldo positivo nos cinco grupos econômicos e em 26 das 27 unidades da Federação.