O Exército Brasileiro anunciou um novo Concurso de Admissão para a EsPCEx (Escola Preparatória de Cadetes do Exército) para a Formação e Graduação de Oficiais de Carreira da Linha de Ensino Militar Bélico (CFO/LEMB). Ao todo, são oferecidas 440 vagas, sendo 400 para homens e 40 para mulheres.

As vagas estão divididas em ampla concorrência (320 para homens e 32 mulheres) e cotas para candidatos negros, pretos ou pardos (80 para homens e oito para mulheres). 

Para se candidatar, é preciso ter concluído o ensino médio ou cursar o último ano do ensino médio. Além disso, é necessário ter altura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres e idade entre 17 e 22 anos completados até 31 de dezembro do ano da matrícula.

De acordo com o do Ministério da Defesa, após concluir o Curso com aproveitamento, o Cadete será declarado Aspirante-a-Oficial (Asp) do Exército Brasileiro, sendo-lhe conferida a graduação de Bacharel em Ciências Militares.

Ao ser aprovado no concurso, o jovem ingressa no posto de aluno para realizar o curso (CFP). No primeiro ano de formação é pago um soldo de R$ 1.185. Já nos demais quatro anos, passa ao posto de cadete com soldo no valor de R$ 1.630. A remuneração pode chegar a R$ 7.315 mensais.

Confira abaixo o Edital Nº 01/23 S CONC ADMS/2023, do Ministério da Defesa:

Como se inscrever?

Os interessados em participar do concurso de admissão poderão realizar a inscrição pela entre 11 de abril a 22 de maio pelo site da Escola Preparatória de Cadetes do Exército.

A taxa de inscrição custa R$ 75 e poderão pedir isenção entre 11 a 16 de abril os candidatos que se encaixarem nos seguintes requisitos:

  • Doador de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde;
  • Constar do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
  • Ser filho menor de idade de ex-combatente da Segunda Guerra Mundial incapacitado em ação, como integrante da Força do Exército, da Força Expedicionária Brasileira (FEB), da Força Aérea Brasileira (FAB), da de Guerra ou da Marinha Mercante;
  • Ser membro de família de baixa renda.