Com salário de até R$ 16 mil, inscrições para Polícia Civil de SP terminam nesta sexta-feira

São 2,5 mil vagas para escrivão, investigador, médico legista e delegado
| 30/03/2022
- 07:53
Com salário de até R$ 16 mil, inscrições para Polícia Civil de SP terminam nesta sexta-feira
(Foto: Divulgação/ SSP-SP)

Termina nesta sexta-feira (1°) o período de inscrição para o primeiro certame do concurso público da Polícia Civil de São Paulo, para as vagas de escrivão e investigador. São 2,5 mil vagas com renumeração inicial de R$ 3.931,18. Segue aberto até o dia 28 de abril o edital para cargo de delegado e médico legista, os salários podem chegar até R$ 16 mil.

Conforme a Polícia Civil do Estado de São Paulo, para efetuar as inscrições é simples: o candidato deve preencher o formulário online pelo site www.vunesp.com.br, com taxa de inscrição de R$ 105,50. O candidato deve ter concluído. Deve selecionar opção onde deseja atuar: na Capital, Demacro, São José dos Campos, Campinas, Ribeirão Preto, Bauru, Santos, Sorocaba, Presidente Prudente, Piracicaba ou Araçatuba.

Já no outro certame, são 250 vagas de carreira de delegado e 189 para médico legista. A remuneração inicial é de R$ 10.382,48 e pode chegar a R$ 16 mil. As inscrições encerram no dia 28 de abril, com provas objetivas marcadas para o dia 12 de junho.

A Fundação Vunesp é a banca responsável pelo Polícia Civil SP Delegado. As inscrições vão do dia 21 de março a 28 de abril de 2022 e as provas objetivas estão marcadas para o dia 12 de junho de 2022.

Segundo o Gran Cursos Online, para a vaga de legista, o candidato deve ter graduação em medicina com diploma registrado. Já para delegado, são necessários diploma de bacharel em direito, comprovação de, no mínimo, dois anos de atividade jurídica ou de efetivo exercício em cargo de natureza policial civil, além de ser habilitado para a condução de veículos automotores da categoria “B”.

A carreira de delegado possui responsabilidades como, por exemplo, planejar e liderar investigações e operações de segurança, supervisionar e executar missões sigilosas, executar medidas de segurança orgânica, dentre outros processos da área. O profissional da área de saúde que se interessa pela atuação como médico legista na Polícia Civil também contribui para os processos investigativos, por meio da execução de autópsias, exames periciais de exumação e de natureza antropológica, além da coleta de amostras biológicas de humanos.

Os concursos, que recebem candidatos de todo o estado paulista, serão divididos nas etapas: prova objetiva, prova escrita, comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social, exame oral e prova de títulos. Nas etapas avaliativas das provas para médico legista serão abordados temas como Medicina Legal e Criminalística, Língua Portuguesa e noções de Criminologia, de Direito, Informática e de Lógica. Já o conteúdo para delegado contemplará ramos do Direito, como o Penal, Processual Penal, Constitucional, Administrativo e Civil, além de Legislação Especial, Medicina Legal, Direitos Humanos e noções de Informática e de Criminologia.

Veja também

Vagas são destinadas a alunos do 1º ao 9º semestre

Últimas notícias