Cotidiano / Emprego & Concurso

Edital do concurso para PM e Bombeiros deve sair em fevereiro, promete Rose

Detalhes do certame ainda são definidos pelo governo

Richelieu Pereira Publicado em 25/01/2018, às 14h59

None

Detalhes do certame ainda são definidos pelo governo

A governadora em exercício de Mato Grosso do Sul, Rose Modesto (PSDB), declarou que o governo pretende lançar em fevereiro deste ano o edital do concurso público para a Polícia Militar e para o Corpo de Bombeiros com 650 vagas no total. O certame foi oficialmente autorizado em dezembro do ano passado por Reinaldo Azambuja (PSDB).

Ainda não há data específica para lançamento do edital, mas os detalhes como a organizadora do certame devem ser anunciados em breve, segundo Rose Modesto. “Está na fase legal e normal, devemos lançar agora no mês de fevereiro ainda o edital para este concurso”, disse a governadora em exercício, durante agenda pública na manhã desta quinta-feira (25).

Cabe à SAD (à Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização), em conjunto com a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) e com os comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, ‘as normas e os procedimentos para o recrutamento e seleção dos candidatos, observados os dispositivos da legislação vigente’.

O edital definirá as atribuições da Comissão Organizadora, informará as fases e os requisitos para aprovação em cada uma delas, as modalidades das provas, seus conteúdos e forma de avaliação, requisitos legais para ingresso na carreira e o prazo de validade do concurso público. Para mais detalhes clique aqui.Edital do concurso para PM e Bombeiros deve sair em fevereiro, promete Rose

Entrega de viaturas

Rose Modesto participou, nesta quinta-feira, da entrega de sete viaturas para Polícia Militar. Os municípios de Bela Vista, Eldorado, Iguatemi, Inocência e Itaquiraí receberam um veículo cada. O 17º Batalhão de Polícia de Trânsito de campo grande recebeu dois veículos.

“A polícia vai estar cada vez mais presente nas ruas, o que dá sensação de segurança e ajuda a combater as infrações. As viaturas trazem essa garantia a mais de tranquilidade para estes municípios”, disse Rose, que espera investir mais R$ 20 milhões na Segurança Pública do Estado.

De acordo com o governo, foram investidos R$ 369,6 mil na compra dos sete novos veículos. As viaturas foram adquiridas com recursos das multas de trânsito aplicadas pelas cidades conveniadas.

Do total dos recursos arrecadados com as multas, 10% é destinado ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran), 30% para a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, e 60% volta para os municípios e são aplicados pelas prefeituras.

Jornal Midiamax