Cotidiano / Emprego & Concurso

Aprovados em concurso da Guarda Municipal prometem acampar na prefeitura até nomeação

Remanescentes da Guarda Municipal protestam em frente ao prédio da Prefeitura de Campo Grande, na tarde desta sexta-feira (6), pela convocação de 77 pessoas aprovados em concurso realizado em 2009. De acordo com um dos aprovados,  Erik  Garcia, 27 anos, eles permanecerão  no local até que o prefeito Alcides Bernal (PP) dê uma reposta sobre […]

Arquivo Publicado em 06/12/2013, às 17h47

None
1390511959.jpg

Remanescentes da Guarda Municipal protestam em frente ao prédio da Prefeitura de Campo Grande, na tarde desta sexta-feira (6), pela convocação de 77 pessoas aprovados em concurso realizado em 2009. De acordo com um dos aprovados,  Erik  Garcia, 27 anos, eles permanecerão  no local até que o prefeito Alcides Bernal (PP) dê uma reposta sobre a situação. O prazo máximo para convocação é dia 14.


Conforme o representante, a manifestação contará com faixas que serão mostradas nos cruzamentos da avenida Afonso Pena, porém não têm a intenção de fechar a via. “A manifestação será pacífica. Vamos cobrar uma resposta do prefeito. São 77 famílias que estão esperando esta convocação”, afirma.


A situação acaba gerando um clima de incerteza na vida dos profissionais, já que muitos relatam que precisam fazer ‘bicos’, pois ficam na dependência da convocação.


A última convocação ocorreu ainda na gestão do ex-prefeito Nelson Trad Filho (PMDB), onde 50 guardas tomaram posse na gestão seguinte. Durante a gestão de Alcides Bernal, nenhuma convocação foi realizada.


O concurso ocorreu para cumprimento de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), entre a prefeitura e o Ministério Público Estadual para contratação de Guardas Municipais. A solicitação pedia a contratação de 1488 profissionais. De acordo com os manifestantes, atualmente a guarda conta com 1300 homens e mulheres.


Os guardam aprovados no concurso já passaram por treinamento e prometem persistir até que a convocação ocorra. “O protesto não é contra o Bernal, mas pedimos uma posição do prefeito”, afirma Herik.


O comandante da Guarda Municipal, coronel Jonys Cabreira, compareceu ao local e informou aos manifestantes que irá conversar com o prefeito e  trará uma resposta até o final da tarde.

Jornal Midiamax