Os proprietários do frigorífico Beta Carnes Alimentos Ltda, na Chácara das Mansões, em , são acusados de “sucatear” a planta com a retirada de equipamentos e maquinários, neste sábado (6), para não realizar o pagamento que é devido aos mais de 100 funcionários demitidos em dezembro. A denúncia é feita pelo STIC-CG (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Carne e Derivados de Campo Grande). 

A empresa é a mesma que foi fechada pela Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) em 23 de novembro de 2023 devido a irregularidades sanitárias, documentais e estruturais. 

De acordo com o presidente do sindicato, Vilson Gregório, o STIC-CG tem acompanhado desde às 08h a movimentação de caminhões de frete que entram e saem do endereço levando os equipamentos. Eles pretendem acionar a justiça. “Estão sucateando o maquinário para não pagar os trabalhadores”, ele afirma. 

Trabalhadores denunciam retirada de equipamentos. (Canal Fala Povo)

Imagens feitas por quem acompanhava a movimentação dentro do frigorífico mostraram a retirada de cilindros, mesas, ar-condicionado, ferramentas, refletores, entre outros equipamentos. 

Vilson explica que a empresa ficou devendo o pagamento das verbas rescisórias para 126 funcionários, como proporcional de e 13º salário. Os salários referentes a novembro e parcial de dezembro teriam sido pagos aos ex-funcionários. 

A justiça do trabalho havia determinado no fim de dezembro o prazo de dois dias para que a Beta Carnes realizasse o pagamento aos funcionários demitidos em 8 de dezembro. Caso não cumprisse o prazo, a empresa teria que pagar uma multa de R$ 100 mil por dia. 

“Estão sucateando aqui e tem uma correndo […] a gente pediu uma para que a empresa pagasse, mas só encontrou um dos donos”, afirma. 

O Midiamax solicitou uma nota da Beta Carnes Alimentos Ltda sobre o assunto e aguarda resposta. O espaço continua aberto para manifestações.