Com objetivo de impulsionar a abertura de novos negócios, a Prefeitura de por meio do Proincubação (Programa Municipal de Incubação de Empresas) abriu inscrições para interessados em receber apoio na abertura de micro e pequenas empresas.

A iniciativa, desenvolvida pela Sidagro (Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio), foi criada com objetivo de apoiar microempresas, empresas de pequeno porte e cooperativas, em fase inicial, ou seja, com no máximo 12 meses de existência formal.

Os aprovados recebem apoio para funcionamento de suas atividades e capacitações nas áreas de gestão, pessoal, tecnologia, mercadológica, financeira, jurídica e de sustentabilidade, tanto para empresas incubadas como para a comunidade. A incubadora também oferece possibilidades de acesso a provedores de serviços profissionais e a investimentos.

Ao todo, são ofertadas dez vagas, sendo que os demais aprovados irão compor o cadastro de reserva. Os incubados pagam tarifa de incubação de R$ 177,91 do primeiro ao terceiro mês. No período de incubação residente (em que há acesso à sala de 35m²), a tarifa varia entre R$ 255,14 a R$ 510,37.

Na incubação à distância o valor inicia em R$ 170,42 e pode chegar a R$ 275,22, enquanto
na incubação residente (com sala de 70m²), a tarifa é de R$ 459,34 a R$ 918,72.

Para participar é preciso cumprir os seguintes requisitos:

  • Ser empreendedor (pessoa física), Microempreendedor Individual (MEI), Microempresa (ME), Empresa de Pequeno Porte (EPP) ou Cooperativa, cujo negócio tenha, no máximo, 12 (doze) meses de existência formal;
  • Cooperativas na qual o faturamento não exceda os limites estabelecidos para Empresas de Pequeno Porte (EPP), nos moldes da Lei Complementar n. 123, de 14 de dezembro de 2006;
  • Ter disponibilidade para se dedicar efetivamente às atividades;
  • Possuir mínima necessária ao seu projeto, além da oferecida pela Incubadora;
  • Ter capital inicial a ser investido em seu projeto, que possa atender aos gastos com o desenvolvimento do produto ou serviço;
  • Perfil empreendedor e aceitar desafios e riscos calculados, inerentes ao negócio;
  • Estar em Campo Grande ou ter disponibilidade para se instalar no município;
  • Seguir a legislação referente à higiene e segurança e à preservação do meio ambiente;
  • Ter compatibilidade entre as características do empreendimento e os serviços de apoio oferecidos
  • No caso de Incubação Residente, a adequação do empreendimento às instalações oferecidas pela Incubadora.

Conforme o edital, não poderão participar do processo seletivo o empreendedor, sócio, diretor, dirigente ou titular de empresa, ou cooperativa que integrem a Comissão Técnica (Banca Avaliadora) das propostas, em virtude de conflito de interesse.

As inscrições devem ser realizadas exclusivamente pela internet, até o dia 2 de setembro, por meio do site: https://docs.google.com/forms.