O estado de possui atualmente registrados 333.470 MEIs (Microempreendedores Individuais), microempresas e empresas de pequeno porte. Todos estes poderão ser beneficiados pelo Programa Acredita, lançado nesta segunda-feira (22) pelo Governo Federal, com objetivo de criar condições para ampliar o acesso a crédito, renegociar dívidas e garantir mais apoio a esses três setores da economia.

Em todo o país, são mais de 15,6 milhões de MEIs, dos quais 217.934 estão registrados em Mato Grosso do Sul. Desse universo sul-mato-grossense, 119 mil são comandados por homens (54,6%) e 98,8 mil (45,4%) por mulheres.

O Estado também demonstra potencial no setor das microempresas, com 96.217 unidades desse tipo de negócio entre os mais de 6,69 milhões registrados no Brasil.

Por último, o setor de empresas de pequeno porte no Mato Grosso do Sul tem hoje 19.319 registros entre os mais de 1,21 milhão em todo o país que poderão ampliar o acesso a crédito por meio do Acredita.

“Nós estamos criando as condições para que, independentemente da quantidade, da origem social, do tamanho dos negócios, as pessoas tenham o de ter acesso ao sistema financeiro e pegar um crédito”, disse o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

O Acredita está baseado em quatro eixos principais. O primeiro (Acredita no Primeiro Passo) é um programa de microcrédito para inscritos no CadÚnico. O segundo (Acredita no seu negócio) é voltado às empresas, por meio do programa Desenrola Pequenos Negócios e Procred 360.

Há ainda uma frente que visa a criação do mercado secundário para crédito imobiliário. Por último, há a aposta no Eco Invest Brasil – Cambial para Investimentos Verdes (PTE), que tem como objetivo incentivar investimentos estrangeiros em projetos sustentáveis no Brasil.