Em 2023, Mato Grosso do Sul registrou a abertura de 10 mil empresas, um recorde em toda a série histórica da (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul). Entre janeiro e dezembro do ano passado, foram abertas 10.117 novas empresas, número, 5,36% maior que o registrado em 2022, quando foram abertas 9.602 empresas.

Titular da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), Jaime Verruck, destaca que esse é o quarto recorde, consecutivo, de abertura de empresas em Mato Grosso do Sul.

“Após a modernização da Junta e implantação dos serviços 100% digitais em 2019, a Jucems vem obtendo os melhores desempenhos anuais na abertura de empresas. Isso já ocorreu nos anos de 2022, 2021 e em 2020, mesmo com a pandemia”, disse.

O setor com o maior número de novas empresas abertas foi o de Serviços (7.285), seguido pelo (2.456) e a (376). Somente no mês de dezembro, foram abertas 622 empresas no Estado, sendo 486 no setor de Serviços, 116 no Comércio e 20 na Indústria.

Entre os municípios que mais se destacaram no número de empresas, Campo Grande lidera com 4.331 novas empresas; seguida de Dourados (1.209); (436); Ponta Porã (298); Naviraí (274); Nova Andradina (191); (183); Maracaju (163); (156); São Gabriel do Oeste (142); Ribas do Rio Pardo (130); Sidrolândia (116). Os demais municípios do Estado somam 2.488.