Capital do Ecoturismo, registrou em 2023 mais de 313 mil turistas, quebrando seu recorde de que antes era de 2015, ano em que o levantamento do fluxo turístico no destino passou a ser feito mensalmente pelo OTEB (Observatório do Turismo e Eventos de Bonito).

Conforme a BCVB (Bonito Convention & Visitors Bureau), a cidade vem recebendo 32.925 turistas a mais do que em 2022 (280.391), e também superou as estatísticas anteriores em número de visitações, que em 2023 somaram 909.605 vouchers comercializados, com os balneários e a flutuação liderando o ranking entre as 11 modalidades de atrativos monitoradas.

No mês de dezembro, a cidade recebeu 28.962 turistas, com 97.748 visitações, e a rede hoteleira registrou taxa de ocupação de 63% – a média anual foi de 60%,

A pesquisa realizada pelo OTEB é coordenada pela associação BCVB, com a parceria da (Fundação de Turismo de MS), Sebrae e prefeitura de Bonito. Os dados levantados incluem o movimento de passageiros no aeroporto de Bonito, que em dezembro registrou 2.484 desembarques – ou 8,58% do total de visitantes – e a procedência dos turistas – 54,49% foram da região Sudeste e 27,33% do Sul.

Turismo para 2024

“Tivemos um incremento aproximado de 11,74% no fluxo turístico, com e o à frente como emissores nacional e internacional, e 7,44% no número de visitações nos passeios de Bonito-Serra da ”, informa a turismóloga Janaina Mainchein, coordenadora do OTEB. A expectativa para 2024, segundo ela, é de crescimento com a realização de eventos geradores de fluxo turístico, pavimentação da MS-345 (novo acesso a partir de Campo Grande), fomento aos roteiros integrados com o Pantanal e o Parque Nacional da Bodoquena em processo de abertura.

Para a secretária municipal de Turismo, Indústria e Comércio, Juliane Salvadori, os números são bastante expressivos e reforçam o trabalho de promoção e divulgação de Bonito em feiras nacionais e no exterior. “Em 2021, após um período complicado com a pandemia, desenvolvemos o Plano Estratégico de Gestão e Marketing do Turismo de Bonito, em parceria com o Sebrae, Fundtur e Conselho Municipal de Turismo, com apoio do trade, no qual definimos metas e estratégias para o setor para os quatro anos seguintes”, disse.

A cidade contou ainda com uma agenda intensa de eventos turísticos, alguns de alcance internacional, como o Brasil Ride e X-Terra, bem como congressos técnico-científicos e festivais culturais, captados e apoiados pelo município. “Além disso, trabalhamos muito forte no digital, temos os canais de divulgação em praticamente todas as plataformas, sem falar no trabalho de promoção realizado pelo trade e pela Fundtur. Tudo isso reflete no melhor ano que tivemos no turismo de Bonito até hoje”, finaliza a secretária.

Atrativos

Conforme o boletim do OTEB, os balneários foram os passeios que contabilizaram o maior número de visitações em dezembro: 49.203. O destino conta com oito atrativos nessa categoria, entre eles o Balneário Municipal, administrado pela prefeitura e o único gratuito para os moradores. O local, distante 7 km da cidade, já recebeu cerca de 10 mil visitantes entre os dias 15 de dezembro de 2023 e 8 de janeiro de 2024, segundo contabilizou a portaria do atrativo.

O segundo passeio mais acessado em dezembro foi a flutuação, com 16.704 visitações. Os banhos de cachoeiras também são a preferência dos turistas, registrando 10.713 visitações no mês. A Gruta do Lago Azul, liberada gradativamente pós-pandemia, foi visitada por 72.591 pessoas em 2023. O atrativo teve uma ocupação média anual de 65%, segundo o OTEB.

Texto: Mariane Chianezi/Jornal Midiamax