Os beneficiários do Bolsa Família de Mato Grosso do Sul começam a receber o auxílio de maio nesta sexta-feira (17). No estado, são 210.115 beneficiários que receberão valor médio de R$ 689,98 neste mês. O cronograma de pagamentos é escalonado e feito de acordo com o final do NIS (Número de Identificação Social). O valor total do investimento do Governo Federal no programa, neste mês em MS, é de R$ 144,9 milhões.

Ainda segundo o governo, Campo Grande é a cidade com maior número de famílias contempladas pelo programa em maio: 56.055. Na sequência estão Dourados (13,2 mil), Corumbá (10,9 mil), Ponta Porã (9,8 mil) e Três Lagoas (7,5 mil).

A cidade com maior valor médio registrado neste mês, R$ 813,65, é Paranhos, onde 1.838 famílias foram beneficiadas com o Bolsa Família. Na sequência aparecem Ladário (R$ 738,54), Japorã (R$ 727,06), Porto Murtinho (R$ 726,54) e Corumbá (R$ 725,40).

No Brasil são 20,8 milhões de beneficiários nos 5.570 municípios brasileiros. O valor médio de repasse é de R$ 682,32, somando um investimento total de R$ 14,1 bilhões por parte do Governo Federal.

A região Nordeste tem o maior número de contemplados pelo programa de transferência de renda neste mês: 9,4 milhões de beneficiários. Na sequência aparece a região Sudeste, com 6,1 milhões de famílias; depois o Norte, com 2,5 milhões de famílias; Sul, com 1,46 milhão de beneficiários e o Centro-Oeste, com 1,1 milhão de contemplados.

Ainda a nível Brasil, em maio, 83,6% dos responsáveis familiares beneficiados pelo Bolsa Família são mulheres, o que corresponde a 17,3 milhões de pessoas. Nesse grupo, 910 mil pertencem a públicos prioritários, uma vez que estão em situação de maior vulnerabilidade. 

Por fim, 221 mil beneficiários são famílias com pessoas indígenas, 248 mil com quilombolas, 369 mil com catadores de material reciclável e 215 mil com pessoas em situação de rua.