O Ministério do Desenvolvimento Social divulgou nesta terça-feira (23) a prévia do balanço de benefícios do Auxílio Gás disponibilizados em dezembro de 2023. Cerca de 46,6 mil famílias foram atendidas para compra do gás de cozinha.

Conforme os dados, o benefício liberado a cada 120 dias atendeu cerca de 91,6% das casas chefiadas por mulheres, inclusas no CadÚnico (Cadastro Único).

O valor é variável, e representa 50% da média do preço nacional de referência do botijão de 13 kg. Em dezembro o valor depositado foi de R$ 104.

Quem pode receber?

De acordo com as regras do programa, podem ser beneficiadas pelo programa as famílias inscritas no CadÚnico, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário-mínimo, inclusive famílias beneficiárias de programas de transferência de renda implementados pelas três esferas de governo.

Os benefícios do Programa Bolsa Família não serão computados no cálculo do limite da renda familiar mensal dos solicitantes do Auxílio Gás.

Também são contempladas as famílias que tenham na sua composição pessoas residentes no mesmo domicílio que receba o BPC (Benefício de Prestação Continuada), inscritas ou não no Cadastro Único. Para as famílias inscritas no CadÚnico, o pagamento do benefício do Auxílio Gás será feito ao Responsável Familiar, preferencialmente à mulher, devendo ser ela indicada no cadastro. Para famílias não inscritas no Cadastro Único com beneficiários do BPC, o pagamento será feito ao titular do benefício assistencial ou seu Responsável Legal.

Como se inscrever?

Caso siga as regras, o candidato pode fazer a inscrição indo presencialmente em um CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo de casa e fazer o cadastro, além de receber informações sobre o serviço.