A comida de tem sabor específico, ressaltando o gosto das festas natalinas. No (Centro de Referência de Assistência Social) da Vila Margarida, mulheres interessadas em fazer renda extra ou apenas aprender receitas para se deliciar com a família realizam nesta quinta-feira (9) a oficina de panetone.

Os são profissionalizantes, ou seja, além de ensinar a receita, os alunos irão aprender técnicas de vendas. Ao todo, 35 cursos da modalidade irão percorrer os bairros de Campo Grande. Na oficina desta manhã, o curso ministrou técnicas da massa, descanso e durabilidade do panetone.

Mulheres durante a aula (Nathalia Alcântara, Midiamax)

A professora Isabel Juventino diz que a massa tem um sabor e técnica diferente de massas convencionais, como do pão caseiro. Fazer panetone exige mais atenção e complexidade. Entretanto, versátil para ir bem com frutas cristalizadas ou chocolate.

Artenio Miguel Versoza, superintendente de proteção social básica da SAS (Secretaria de Assistência Social), explica que os interessados devem procurar o CRAS ou Centro de Convivência de Idosos da região e fazer a inscrição. Os cursos que seguem até o fim do ano reúne técnicas para fazer cupcake e bonecas natalinas, a mamãe noel. “Já tinha uma expectativa da população. Saem com certificado para aproveitar”.

Aula gratuita de panetone (Nathalia Alcântara, Midiamax)

Cassilda Martins, de 54 anos, já havia realizado um curso neste ano para aprender a fazer peso de porta. “Eu sei fazer cuca gaúcha, mas panetone é diferente e eu amo. O panetone tem um mistério que preciso descobrir. Estava ansiosa pela experiência e, principalmente, comer”, disse.

A equipe da GTAC já tem 35 cursos e oficinas agendados que começarão ainda este mês, com a expectativa de certificar 1.050 alunos apenas nos cursos e oficinas natalinas.

Mais informações sobre os cursos podem ser obtidas pelo telefone (67) 3314-4482 ramal 6034.

Saiba Mais