O setor de serviços de Mato Grosso do Sul teve retração de 1,1% no primeiro semestre de 2023. Os números do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que o volume de serviços tem reduzido na comparação do semestre e também do mês de junho.

Pesquisa Mensal de Serviços, publicada nesta quinta-feira (10), mostra que o volume de serviços, em Mato Grosso do Sul, recuou 0,5% no índice com ajuste sazonal, se comparado ao mês anterior.

Em relação a junho de 2022, houve queda de 4,5% no volume de serviços, e a variação no acumulado de doze meses foi de -1,3%. Assim, o setor de serviço sul-mato-grossense fechou o primeiro semestre com queda de 1,1%.

O resultado da movimentação do setor de serviços no semestre foi negativo apenas no Mato Grosso do Sul e no Amapá, sendo que os demais estados tiveram alta no setor.

Resultado nacional

O volume de serviços prestados no país variou 0,2% na passagem de maio para junho. Essa é a segunda taxa positiva seguida do setor, que acumula alta de 1,6% nesse período. Com isso, ele opera 12,1% acima do patamar pré-pandemia, registrado em fevereiro de 2020, e 1,5% abaixo do ápice da série histórica da PMS (Pesquisa Mensal de Serviços), atingido em dezembro do ano passado. No primeiro semestre do ano, o setor acumula alta de 4,7%, e nos últimos 12 meses, de 6,2%.