A pandemia de em 2020 contribuiu para uma revolução no mercado de trabalho, principalmente ampliando as possibilidades de trabalho fora do ambiente corporativo. O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) analisou a situação em e viu que 96 mil pessoas trabalham remotamente de casa.

O IBGE divide em trabalho remoto, aquele que é feito fora do ambiente corporativo e , o que utiliza dispositivos eletrônicos para trabalhar. Dessa forma, MS apresentou um total de 177 mil pessoas (12,6%) que realizaram trabalho no domicílio.

Destas pessoas que realizaram trabalho no domicílio, 96 mil pessoas (6,8%) realizaram trabalho remoto em casa e 79 mil pessoas (5,6%) realizaram teletrabalho no domicílio. Os dados são da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua).

Em relação ao rendimento médio das pessoas que faziam teletrabalho em casa, em 2022, o valor é de R$ 5.680,00, bem acima da média de rendimentos das pessoas ocupadas em MS, que ficou em R$ 3.129,00.

O número é 91% maior que o verificado entre as pessoas que não faziam teletrabalho no domicílio (R$ 2.973,00).