A prefeitura de Campo Grande arrecadou R$ 10 milhões nas primeiras duas semanas do mutirão de renegociação de dívidas. Neste período, quase 15 mil pessoas foram atendidas pelas equipes municipais, que seguem com o Refis até 15 de dezembro de 2023. Devido ao ano eleitoral, em 2024 não deve ocorrer renegociação de dívidas do município.

De acordo com a prefeitura, são oferecidos descontos de até 90% na atualização monetária, juros de mora e multas. Diferencial este ano é a possibilidade de renegociar on-line, opção escolhida por 14,7 mil pessoas até agora. Outras 4 mil buscaram atendimento na Central de Atendimento ao Cidadão.

Para negociar on-line, basta visitar Refis On-line via PREFCG (portal de autenticação da prefeitura) para cadastro e consulta de descontos. Na Central de Atendimento ao Cidadão, há uma profissional intérprete de Libras, para atender a comunidade surda de Campo Grande.

Condições de parcelamentos

Para quem quitar à vista terá remissão de 90% da atualização monetária e dos juros de mora incidentes sobre o seu valor e das multas; o pagamento parcelado em 6 parcelas mensais e consecutivas, terá remissão de 70%; e para quem optar por 12 parcelas terá remissão de 40%.

O parcelamento em até seis vezes deve ter parcelas mínimas de R$ 100,00. Os parcelamentos de sete a 12 meses devem ter parcelas mensais mínimas de R$ 500,00. Parcelamentos de 13 a 18 meses com parcelas mensais mínimas de R$ 1.000,00. Parcelamentos de 19 a 24 com mensais mínimas de R$ 1.250,00.

Parcelamentos de 25 a 36 meses com mensais mínimas de R$ 1.500,00. Parcelamentos de 37 a 48 meses com parcelas mensais mínimas de R$ 2.000,00 e parcelamentos de 49 a 60 meses com mensais mínimas de R$ 2.500,00.

O atendimento online também está disponível via WhatsApp (67) 08471-0487 e (67) 98478- 8873, além do telefone 4042-1320.